Ex-baterista de David Bowie critica homenagem de Lady Gaga no Grammy

Músico que acompanhou Bowie com a Spiders From Mars entre 1970 e 1973 recusou convite para participar do tributo na premiação

Redação Publicado em 01/11/2016, às 14h52 - Atualizado às 15h07

O guitarrista Nile Rodgers e a cantora Lady Gaga durante homenagem a David Bowie, realizada na cerimônia de premiação do Grammy 2016
Matt Sayles/AP

Mick “Woody” Woodmansey, um dos bateristas que tocaram com David Bowie, criticou a homenagem que Lady Gaga prestou ao cantor britânico durante a mais recente cerimônia de entrega dos prêmios Grammy.

Em entrevista ao semanário britânico NME, Woodmansey afirmou que foi chamado para participar do tributo no evento, mas ele e o produtor – e amigo de Bowie – Tony Visconti recusaram o convite. “Demos uma olhada e seriam 14 ou 15 músicas em tipo quatro minutos”, disse. “Pensamos: ‘Não, foda-se. Isso é estúpido. Nada que vá representar algo bom dele’.”

LEIA TAMBÉM

Nile Rodgers defendeu performance de Gaga no Grammy

Gaga: “Toda minha carreira é um tributo a David Bowie”

Lorde homenageou Bowie cantando “Life on Mars?”

Woodmansey tocou por cerca de três anos com Bowie, como parte da Spiders From Mars, entre 1970 e 1973. “Foi meio que, tipo: ‘Por que você está fazendo isso?’ Se há algo genuinamente profundo que você quer fazer por respeito, então você provavelmente deveria fazer. Mas, se há qualquer outra razão, simplesmente fica vulgar.”

Apesar de criticar, o baterista reconhece –com ressalvas – o direito que Lady Gaga e o guitarrista Nile Rodgers (do Chic e célebre colaborador de Bowie) tiveram “o direito” comandar o tributo. “Obviamente, não dá para impedir isso”, assumiu. “Eles têm o direito de fazer isso do jeito que eles querem, mas isso não ajuda muito. Não melhora muito.”

Recorde o tributo de Gaga no Grammy abaixo.