Ex-baterista do Cake é acusado de abuso sexual de menor

Peter McNeal foi preso em Los Angeles após ser acusado de manter relações sexuais com um menor de dez anos de idade

Rolling Stone EUA Publicado em 07/02/2012, às 17h32 - Atualizado às 18h02

Pete McNeal
Reprodução/Still

Peter McNeal, ex-baterista do Cake, foi acusado pela polícia de Los Angeles de molestar uma criança. McNeal foi preso em Los Angeles no mês passado e solto após pagar uma fiança de US$ 250 mil (cerca de R$ 430 mil). Na última sexta, 3, o baterista se apresentou ao tribunal para ouvir as acusações de crime grave por abuso sexual de uma criança de menos de dez anos.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O Departamento de Polícia de Los Angeles suspeita que McNeal, de 45 anos, seja responsável por outros crimes, e busca localizar outras crianças que possam ter sido violentadas sexualmente pelo músico. Ele foi preso anteriormente em 2009 em uma suposta tentativa de molestar uma menina.

McNeal foi integrante do Cake de 2001 a 2004 e, desde então, trabalhou como músico contratado, aparecendo em gravações de Norah Jones e Mike Doughty.

"Eu estou devastado", Doughty contou à Fox News. "Não há nada em minha experiência que indique que Pete é um monstro. Mas alguém acusado de abuso infantil geralmente é rotulado como monstro para sempre, não importa o que o júri decida."

McNeal receberá a acusação no tribunal em 10 de fevereiro. As datas de pré-julgamento e julgamento serão marcadas depois disso.