Ex-chefe de polícia de Seattle diz que investigação sobre a morte de Kurt Cobain deveria ser reaberta

Vocalista do Nirvana foi declarado morto por suicídio, em 1994, mas caso é motivo de discórdia até hoje

Redação Publicado em 27/06/2015, às 12h51 - Atualizado às 17h33

Kurt Cobain
AP

Norm Stamper, chefe de polícia em Seattle, nos Estados Unidos, na época em que Kurt Cobain morreu, colocou mais lenha na fogueira de suposições sobre o assunto ao declarar em um documentário que a investigação acerca do caso deveria ser reaberta.

Kurt Cobain canta música dos Beatles em gravação inédita; ouça”.

O vocalista do Nirvana foi declarado morto por suicídio em 5 de abril de 1994. Desde então, hipóteses de que ele teria sido assassinado, na realidade, têm levantadas de tempos em tempos.

20 anos atrás, um Kurt Cobain rouco e introspectivo comandava o último show do Nirvana.

À equipe do longa-metragem Soaked In Bleach, lançado em 11 de junho deste ano, Stamper disse, segundo o site Alternative Nation: “Na verdade, nós deveríamos ter tomado mais medidas para estudar modelos de comportamento de indivíduos-chave que tinham um motivo para ver Kurt Cobain morto”.

“Se ele de fato foi assassinado, em vez de ter cometido suicídio, e é possível que isso tenha acontecido, é uma vergonha nós não termos feito isso [tomado as tais medidas]. Caso não tenhamos feito certo da primeira vez, nós devemos fazer isso da forma correta em uma segunda oportunidade. Eu reabriria essa investigação se fosse chefe de polícia”.

Kurt Cobain: Montage of Heck é um retrato pessoal e irrestrito do líder do Nirvana.

A polícia de Seattle reexaminou brevemente a morte de Cobain em março de 2014, após o aparecimento de fotografias desconhecidas da cena do crime. Considerou-se que as fotos não eram novas evidências e o caso voltou a ser fechado.

Kurt Cobain: Montage of Heck terá mais quatro exibições no Brasil.

Em 18 e 20 de junho deste ano, foi exibido em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Recife e Salvador Kurt Cobain: Montage of Heck, documentário sobre o artista produzido em colaboração com Frances Bean e Courtney Love, a filha e esposa dele, respetivamente. O filme voltará às telonas em São Paulo e Curitiba, entre 26 e 30 de junho.