Ex-companheiros de Blink-182, Mark Hoppus torce para Tom DeLonge conseguir ir ao espaço

Músico deixou a banda e agora dedica a vida a fazer séries sobre alienígenas

Redação Publicado em 18/03/2019, às 19h49

None
Mark Hoppus (Foto: Amy Harris/Invision/AP)

Tom DeLonge deixou de ser o guitarrista do Blink-182 em 2015, e desde então tem se dedicado a hobbies que são, literalmente, de outro planeta.

O músico desenvolve atualmente uma minissérie documental de seis episódios para o History Channel sobre alienígenas. No ano passado, o guitarrista também se dedicou à temática ao lançar Strange Times para o TBS. Seu objetivo é provar que seres do espaço são reais. Por isso, se dedica a estudos e entrevistas. 

MarkHoppus, ex-companheiro de banda, conversou com o Pedestrian.TVe afirmou que torce para que os projetos do colega deem certo. “Acho que o Tom está muito feliz fazendo isso [...] E ele dedicou boa parte da vida dele a OVNIs e muito tempo e energia perquisando o assunto e ouvindo as pessoas falarem, e falando disso também, e seria horrível se ele não tivesse a chance de ir pro espaço e ver por ele mesmo.”

O atual vocalista do Blink-182 também falou um pouco sobre a dissolução da banda, e revelou que não fala com DeLonge há cerca de dois anos, mas apesar disso, está tudo bem. “Não tem ressentimentos nem animosidade ou brigas: ele está fazendo as coisas dele e  nós as nossas”, garantiu.

Enquanto Tom estuda aliens, Mark finaliza um novo disco para o Blink-182 e lança seu novo projeto, Simple Creatures, ao lado de Alex Gaskarth, do All Time Low.

Algoritmo da Vida: novo projeto da Rolling Stone Brasil busca sintomas de depressão mas redes sociais para prevenção do suicídio: