Ex de Elvis, Linda Thompson revela por que deixou o Rei: ‘Era exaustivo’

A atriz, compositora e modelo norte-americana explicou que os vícios do artista prejudicaram o relacionamento entre eles

Redação Publicado em 21/01/2020, às 12h24

None
Linda Thompson e Elvis Presley (Foto: Instagram / Reprodução)

Elvis Presley conheceu Linda Thompson nas sessões privadas do Rei do Rock em Memphis, no Tennessee, em 1972. Ela era 15 anos mais nova, mas os dois rapidamente começaram a namorar e passaram quatro anos juntos. O casal se separou apenas um ano antes da morte do artista.

Durante uma entrevista recente com Dean Z, Thompson explicou o motivo pelo qual o namoro não estava dando certo. 

+++ LEIA MAIS: Beatles não souberam o que dizer a Elvis Presley quando o encontraram: ‘Silêncio constrangedor’

"Uma vez, estávamos sentados e conversando filosoficamente", disse ela. "E eu perguntei a ele: 'Qual você acha que é a sua pior falha?' Ele pensou por um minuto e disse: 'Bem, provavelmente vou dizer isso somente uma vez, mas sou um pouco autodestrutivo'.""Isso martelava na minha cabeça nos últimos anos", revelou Thompson. "Ele reconheceu, mas já havia iniciado a espiral descendente, e ele não conseguiu parar." 

Então, a ex-namorada de Elvis Presley compartilhou como estava o estado de saúde - físico e mental - do cantor enquanto eles se relacionavam.

"Eu percebi que Elvis tomava remédios para dormir, entre outras coisas que induzem o sono. Era como ter um bebê recém-nascido", ela disse. "Eu não dormia. Só queria saber que ele está bem."

+++ ANÁLISE: os 50 anos da reinvenção de Elvis Presley na TV dos EUA

“Eu sentava e o observava até que ele adormecesse. Então eu acordava a noite toda e mantia um padrão de vigília para verificar a respiração dele e garantir que estava tudo bem, porque às vezes não estava."

"Foi cansativo, tenho que admitir", ela continuou. "Eu era jovem, mas ainda é muito cansativo quando você não dorme. E era emocionalmente exaustivo, porque eu o amei amei mais do que amei minha própria vida."

Thompson também comentou sobre vê-lo "lentamente se autodestruir, sem poder fazer nada a respeito". "Eu nunca usei drogas. Eu nunca bebi álcool. Eu nunca fumei um cigarro. Eu não sabia como lidar com isso, exceto estando lá e mantendo-o saudável."

+++ LEIA MAIS: Netas de Elvis Presley foram proibidas de participar de evento que celebra o avô

Revelando por que ela finalmente decidiu romper o relacionamento romântico, ela revelou: "Depois de um tempo, eu pensei: quero me casar, quero ter filhos, quero ser mãe - Não quero trazer uma criança para esse tipo de vida."

"Eu finalmente pensei: não posso passar minha vida tentando mantê-lo vivo (...) Não acho que essa seja a vida que eu quero sustentar."

Linda e Elvis continuaram sendo bons amigos após o término do relacionamento. Ela também estava perto de sua filha, Lisa Marie Presley, que tinha apenas nove anos quando o Rei do Rock morreu em 16 de agosto de 1977.

 


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL