Ex-guitarrista processa o Kiss

Vinnie Vincent entrou com ação judicial contra a banda e canal de televisão por uso indevido de imagem

Da redação Publicado em 24/08/2009, às 15h58

Vinnie Vincent, que atuou como guitarrista do Kiss entre 1982 e 1984, está processando a banda mais uma vez. A nova ação judicial aberta pelo músico acusa os colegas e a rede de televisão A&E por uso indevido de imagem, informa o site TMZ.

Em um documento preenchido no começo de agosto, Vincent afirma que sua imagem foi usada sem permissão em um box de DVDs, intitulado Kissology: Volume 2 1978-1991. Outra acusação do guitarrista dá conta de que sua figura também foi colocada em um episódio do programa Gene Simmons Family Jewels, do A&E. O reality show retrata o cotidiano da família do baixista e vocalista do Kiss.

Na ação, o músico alega ainda que Simmons o difamou durante o programa Private Sessions, também do A&E. Porém, segundo o TMZ, não foram especificadas quais são as declarações ofensivas. Vincent, que entrou no Kiss para substituir Ace Frehley (que posteriormente voltou à banda), pede indenização por perdas e danos em valor ainda não divulgado.

Desde que saiu do grupo, o músico entrou com diversos processos contra os ex-parceiros, incluindo uma reivindicação dos direitos autorais sobre suas contribuições no álbum Lick It Up, de 1983. No entanto, em outubro de 2006, a Suprema Corte dos Estados Unidos deu vitória aos ex-colegas de banda.

Mais de vinte anos depois da saída de Vincent, o Kiss retoma a carreira com o primeiro álbum de inéditas em 11 anos. Sonic Boom trará também um CD com sucessos da banda e um DVD ao vivo de show gravado na Argentina no começo deste ano. "Modern Day Delilah", primeira música do disco, foi disponibilizada para audição no site oficial do grupo.