Ex-noiva de Freddie Mercury, Mary Austin, acreditava que o cantor tinha um caso com outra mulher; entenda

O vocalista do Queen terminou o noivado ao assumir a bissexualidade para a parceira em 1975

Redação Publicado em 08/01/2020, às 08h27

None
Freddie Mercury (Foto: Legacy / Media Punch)

Freddie Mercury terminou o noivado com Mary Austin, a inspiração para a canção "Love of My Life", e assumiu a bissexualidade, em 1975. Antes mesmo de receber essa revelação, a ex-noiva do cantor já sabia que a relação estava no fim, contudo, ela acreditava que o astro tinha um caso com outra mulher.

Em uma das inúmeras entrevistas de Mary sobre Mercury, ela relembrou o momento em que foi pedida em casamento pelo vocalista do Queen

"Quando eu tinha 23 anos, ele [Mercury] me deu uma grande caixa no dia de Natal. Dentro havia outra caixa, então outra, e assim por diante. Era como um dos jogos dele. Eventualmente, eu descobri uma adorável anel de jade dentro da última pequena caixa", contou Mary

+++ LEIA MAIS: Por que Freddie Mercury deixou a maior parte da herança para Mary Austin e não para Jim Hutton?

Ela completou: "Eu olhei para ele e fiquei sem palavras. Eu lembro de pensar: 'Eu não entendo o que está acontecendo'. Não era o que eu esperava. Então eu perguntei para ele: 'Em que mão eu deveria colocá-lo?'. E ele disse: 'Dedo do anel, mão esquerda'. E então ele disse: 'Porque, você quer casar comigo?'".

Segundo o site Express UK, Mary revelou em uma entrevista que quandoMercury a pediu em casamento, ela já sentia que a creimônia não iria acontecer.

"Algum tempo depois, eu vi uma loja maravilhosa de vestidos de noiva em um pequeno shopping. E como Freddie não tinha falado nada sobre casar, o único jeito que eu conseguiria testar as águas era dizendo: 'É hora de comprar o vestido?'. Mas ele disse: 'Não'. Ele tinha mudado de ideia e isso nunca aconteceu". 

+++ LEIA MAIS: Por que Freddie Mercury falou publicamente só uma vez sobre o namorado Jim Hutton?

Mary ainda disse que depois disso, a relação dos dois mudou muito e ela sabia que algo estava errado. E, de acordo com o jornalista David Wigg, ela acreditava que o vocalista tinha um caso com outra mulher. 

"Ela pensou que tinha outra mulher, mas ele diria: 'Oh, eu fiquei preso até mais tarde no estúdio de gravação'. Eventualmente, ele veio para casa uma noite e disse: 'Mary, eu tenho algo que preciso te dizer'. E ela realmente pensou: 'É isso, ele vai me pedir para ir embora. Ele achou outra mulher", disse o jornalista.

Após o artista dizer que era bissexual, Mary compreendeu a situação que se prolongava há meses e revelou para Mercury que ele, na verdade, ele era gay. Apesar do término da relação, Mary incentivou o cantor a explorar a homossexualidade e os dois continuaram melhores amigos até o fim da vida do astro do rock.


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'