Exclusivo: Arielle Holmes vive o próprio vício em heroína em Amor, Drogas e Nova York; veja o pôster

Filme biográfico chega aos cinemas do Brasil no dia 15 de outubro deste ano

Redação Publicado em 21/09/2015, às 13h22 - Atualizado às 14h58

Pôster de Amor, Drogas e Nova York

Ver Galeria
(3 imagens)

Dificilmente alguém poderá interpretar com tamanha dose de realismo o drama do vício em drogas como faz Arielle Holmes em Amor, Drogas e Nova York, filme esperado nos cinemas do Brasil a partir do dia 15 de outubro.

Assista ao trailer:

Baseado no autobiográfico livro Mad Love in NYC, o longa conta os apuros passados por Arielle durante o período em que ela viveu em função do consumo de heroína em Nova York, com a própria atuando no papel principal.

Com transexual brasileira no elenco, Love ilustra os dramas do amor com cenas intensas de sexo.

O novato cineasta Joshua Safdie – que assina a direção com o irmão Ben – relata ter encontrado a hoje atriz no metrô enquanto ela se encaminhava para trabalhar como dominatrix (mulher que exerce o papel "dominadora" em práticas sexuais) em uma casa noturna nova-iorquina.

De Belém para o mundo: conheça Stella Rocha, a atriz transexual brasileira que parou Cannes.

Arielle aceitou um improvável convite para projeto então tocado por Joshua. À medida em que as histórias sobre dependência, noites dormidas na rua e um relacionamento amoroso destrutivo foram reveladas, o diretor mudou de ideia, a incentivou a escrever sobre aquilo e transformou tudo isso em filme.

Retrospectiva de Jean-Luc Godard no Brasil terá filme com os Stones e toda obra do cineasta.

A estreia de Arielle na telona já rendeu um prêmio como Melhor Atriz no festival de cinema de Sevilla, em 2014, e novas oportunidades. Em breve, ela estrelará American Honey, com Shia LaBreouf (Transformers).