Exclusivo: “Duvido que o White Stripes volte”, diz Jack White

Segundo o músico, a banda que o tornou famoso deve permanecer no passado

Paulo Terron Publicado em 21/03/2012, às 12h40 - Atualizado às 13h23

Jack White
AP

Prestes a lançar seu primeiro álbum solo, Blunderbuss, Jack White não vê possibilidade de uma volta do White Stripes. “Duvido muito que o White Stripes volte a fazer um show”, ele contou à Rolling Stone Brasil em Nashville, na sede da gravadora dele, a Third Man Records. “Talvez soasse como um exercício de nostalgia e não acredito que isso venha a acontecer.”

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

A dupla – completada pela baterista Meg White – anunciou a separação em fevereiro de 2011, sendo que o trabalho mais recente, Icky Thump, saiu em 2007. “O que me faz sentir bem é que não tenho arrependimentos em relação a nada”, White explica. “É bom poder dizer isso.”

Mesmo não estando em atividade, os fãs do White Stripes podem se contentar com lançamentos – pela Third Man Records – de material de arquivo. No próximo Record Store Day (evento criado para dar força às lojas independentes de disco, com lançamentos exclusivos), em abril, será colocada nas lojas uma edição limitada do compacto em vinil “Hand Springs”/ “Red Death at 6:14”. As duas músicas haviam sido lançadas em coletâneas que estão fora de catálogo.

Em shows recentes, White também tem tocado músicas White Stripes (e também do Raconteurs e do Dead Weather), incluindo "Seven Nation Army" e "The Hardest Button to Button".

Leia mais sobre a carreira solo de Jack White na edição 67 da Rolling Stone Brasil, nas bancas em abril.