Exclusivo: “Não é uma reclamação, é a realidade com a qual eu lido”, diz Michael J. Fox sobre sua nova série

O programa O Show de Michael J. Fox chega ao Brasil, pelo canal Comedy Central, nesta segunda-feira, 4, às 20h

Redação Publicado em 31/10/2013, às 17h09 - Atualizado às 17h56

Michael J Fox - O Show de Michael J Fox
Divulgação

O Show de Michael J. Fox, a série que vem atiçando a curiosidade dos fãs do ator Michael J. Fox desde que as primeiras notícias começaram a pipocar, será exibida no Brasil a partir desta segunda-feira, 4, às 20h, pelo canal Comedy Central. A Rolling Stone Brasil, em parceria com a emissora a cabo, traz uma entrevista em vídeo com o protagonista que empresta seu nome ao programa.

Dez viagens no tempo: de Harry Potter a De Volta para o Futuro.

O Show de Michael J. Fox é uma comédia familiar que mostra, entre outras coisas, a realidade de se lidar com o Parkinson, doença da qual Michael descobriu ser portador em 1990 (ele só foi diagnosticado oficialmente no ano seguinte).

No vídeo, o ator conta que toda a ideia surgiu quando ele começou a contar para os produtores da série histórias vividas por ele. Enquanto eles riam e anotavam aqueles pequenos episódios da vida real, Michael decidiu levar os acontecimentos às telas: “Percebi que isso talvez fosse algo que eu poderia fazer. Queria algo que não falasse de forma direta, mas através dos caras de uma série de TV para a família”, diz ele.

Arquivo RS: Depois de conquistar a TV e o cinema no fim dos anos 80, Michael J. Fox descansava para definir os próximos passos e refletir sobre a carreira após o sucesso de De Volta para o Futuro.

“A razão pela qual eu estou fazendo esta série? Bom, são várias”, diz Michael. “Tenho trabalhado mais ultimamente, nos últimos anos. Finalmente cheguei à conclusão de que é isso que eu faço. Então, eu tenho mais desafios por causa do Parkinson, mas aprendi que a doença traz outros elementos ao meu trabalho que eu nunca tinha visto. Foi meio que como uma experiência de aprendizado”.

Michael também queria interpretar esse tipo de pai de família. “Era a chance de fazer um papel sobre a paternidade”, diz ele, que usa a própria experiência como pai para o papel. O ator ainda é questionado se algo na série já passou dos limites, em se tratando de invasão à privacidade da própria família. "Eu falei com eles, falei com os meus filhos”, explica. “Estamos só contando uma história.”

Mais adiante no vídeo, Michael esclarece algo para que não seja mal interpretado. “Não é uma reclamação [sobre mal de Parkinson], é a realidade com a qual eu lido, que é difícil de definir”, explica. “É difícil explicar para as pessoas”.

O ator teve vários papeis de destaque na televisão, como em Family Ties, da NBC (Caras e Caretas, no Brasil), e Spin City, da ABC. Recentemente, já pelo canal CBS, foi premiado pela atuação em The Good Wife.

No Brasil, o canal Comedy Central está disponível nas operadoras Sky, Oi TV, Claro TV, CTBC e Vivo TV. Assista ao vídeo exclusivo abaixo no player abaixo: