Exclusivo: Paulo Miklos fala sobre Como É Cruel Viver Assim, em que vive mentor de um crime

“Tu tem ideia do que é sequestrar uma pessoa?”, questiona Luiz, personagem de Miklos

Redação Publicado em 23/07/2018, às 16h56 - Atualizado às 17h31

Paulo Miklos no filme Como É Cruel Viver Assim
Reprodução/Vídeo

O músico Paulo Miklos fez uma participação no filme Como É Cruel Viver Assim, da diretora Julia Rezende, e contou em um vídeo exclusivo como foi atuar na produção. Seu personagem, Luiz, é mentor de um quarteto de fracassados, interpretados por Fabíula Nascimento (Clivia), Macello Valle (Vladimir), Debora Lamm (Regina) e Silvio Guindane (Primo).

O filme narra a história deste grupo de solitários e incapazes que resolvem sequestrar um milionário para que a vida ganhe um sentido. O problema é que nenhum deles tem experiência com crimes ou noção do que fazer para que a operação se concretize. Enquanto tentam tomar as providências práticas, acabam revelando os próprios medos e ambições. O vídeo mostra uma possível cena do sequestro.

“Tu tem ideia do que é sequestrar uma pessoa?”, questiona Luiz, no início do vídeo. “O Luiz tenta preparar o Vladimir, mesmo sem levar muita fé”, explica Miklos sobre seu personagem, que é braço direito do Velho (Otávio Augusto), o "dono do movimento na área”, conforme define.

A comédia dramática é o quinto filme de Julia Rezende, que também dirigiu Um Namorado Para Minha Mulher (2016), Meu Passado Me Condena 2 (2015) e Meu Passado Me Condena (2013). Como É Cruel Viver Assim estreia dia 16 de agosto.

Assista ao vídeo.