O Exterminador do Futuro poderá ter seus direitos comprados pela Sony

A venda final dos direitos da saga deverá acontecer na próxima quarta-feira

Da redação Publicado em 07/02/2010, às 17h27

Os estúdios Sony Pictures entraram na briga pelos direitos da saga O Exterminador do Futuro. Até então, a Lionsgate era a única que tinha feito uma proposta.

No mês passado, o estúdio ofereceu US$ 15 milhões pelos direitos e 5% das futuras receitas brutas. Não há informações de que a Sony tenha coberto o valor. No entanto, como parte do processo judicial pela declaração de concordata (recuperação judicial) dos produtores donos da franquia, qualquer oferta maior que a da Lionsgate deve ser de pelo menos US$ 15,95 milhões. Além disso, qualquer empresa que assumir os direitos deve pagar ao estúdio uma indenização de US$ 450 mil.

O Grupo Halcyon colocou a franquia à venda em setembro de 2009. O leilão de bens - que inclui os direitos dos próximos filmes da saga O Exterminador do Futuro, séries de TV, DVD e mercadorias -, será realizado na próxima segunda-feira, 8, na sede da FTI Consulting, em Los Angeles. Então, na quarta-feira, 10, um juiz de falências deverá aprovar a venda final. Caso a Lionsgate perca o contrato, o estúdio ganha U$750 mil pela rescisão.

Os atuais donos dos direitos da franquia declararam falência em agosto do ano passado. A produção de O Exterminador do Futuro - A Salvação (2009) contou com um orçamento de US$ 200 milhões e arrecadou quase US$ 370 milhões nas bilheterias de todo o mundo.