Pulse

Fã de Miley Cyrus é preso após declarar que sua missão de vida é engravidar a cantora

Equipe de segurança da artista já esperava a presença do fã obcecado na plateia e rapidamente chamou a polícia para detê-lo

Redação Publicado em 24/09/2019, às 12h40

None
Miley Cyrus (Foto: Reprodução)

A polícia de Las Vegas prendeu um homem durante o show da Miley Cyrus no iHeartRadio, no último sábado, 21. David Rumsey, 42, entrou para a lista de observação da equipe de segurança após declarar ameaças à cantora via Twitter.

Segundo o TMZ, a equipe chamou os policiais na T-Mobile Arena, depois de identificar o homem na plateia. Eles afirmaram que Rumsey disse: "É minha missão de vida engravidar Miley". (Confira a foto divulgada pelo TMZ).

No perfil do Twitter, o fã obcecado publicou diversos textos com conteúdo suspeito mencionando a cantora, cerca de uma semana antes do show em Las Vegas.

"Miley Cyrus me desculpe novamente por te machucar. Eu culpo Trump e espero que você deixe para trás o que aconteceu. Eu sei que quando eu finalmente consegui ir até você, não foi uma abordagem amigável. Você brincou comigo e então me dispensou. Eu posso tentar deixar isso para lá se você deixar. Eu sou o rei dos reis.", postou Ramsey.

O fã obcecado também escreveu que pretendia se encontrar a sós com Miley no show em Las Vegas. "Eu espero que nós possamos falar de tudo em Vegas, então eu poderei explicar tudo para você. Eu quero um tempo a sós com você o mais rápido possível. Eu sei que em breve estarei festejando com todas as pessoas famosas, mas você é a única com quem eu realmente quero conversar."

Ele também insinuou que iria para uma festa com a cantora junto com diversos artistas já falecidos.

"Eu sinto que terá uma festa com todo mundo tentando falar comigo e tentando falar com você, talvez seja difícil. Eu sei que estamos juntos e podemos festejar com 2Pac, Biggie, Prince, Michael Jackson e todos aqueles que perdemos. Então, qualquer festa que você tenha planejado será mais apenas uma pré-festa."

Rumsey foi preso e indiciado na Clark County Jail sob a acusação de ameaças. Até o momento, ele se encontra sob custódia e terá que pagar R$ 417 mil de fiança.