Fábio Porchat chama Bolsonaro de ‘mente diabólica do mal’ e diz que governo incentivou atentado ao Porta dos Fundos

Humorista foi entrevistado do programa Roda Viva nesta segunda, 21

Redação Publicado em 22/12/2020, às 11h55

None
Fábio Porchat (Foto: Reprodução Youtube) e Jair Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)

Fábio Porchat foi entrevistado no programa Roda Viva, da TV Cultura, para falar sobre o especial Teocracia em Vertigem, do Porta dos Fundos. O novo especial de Natal da produtora é uma paródia de Democracia em Vertigem, documentário de Petra Costa sobre a fase do PT na política brasileira, e não poupou críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

Ao longo do programa, que foi ao ar nesta segunda, 21, o humorista também criticou o político e relacionou o atentado contra a sede do Porta dos Fundos, em dezembro de 2019, ao atual governo. “Foi um ato isolado de gente fundamentalista de gente que é muito incentivada à justiçamento, são milicianos (...) incentivados e apoiados por um governo que gosta de agredir, de atacar”, analisou. “Esse governo fez com que saíssem do bueiro ratos, baratas, monstros e bichos escrotos”.

+++ LEIA MAIS: Damares Alves acusa de Fábio Porchat ‘falar algo terrível contra filhos’ e cobra pedido de desculpas; entenda

Ao comentar a situação de vulnerabilidade do Brasil, Porchat comentou como o atual governo “se apropriou” do analfabetismo funcional da população, como no caso das fake news espalhadas por WhatsApp, criadas para gerar revolta na população. “Ninguém aguenta mais. E quando vem uma mente diabólica do mal para controlar essas pessoas, ele consegue pegar essa massa de manobra que é a nossa população, que sou eu, que é você, com a maioria de uma população pouco instruída”, continuou. “Essa gente assumiu o poder, essa gente não governa, se vinga”.

Questionado sobre a postura adequada da mídia quando se trata de “dar palco para louco”, nas palavras da escritora Rosana Hermann, Porchat voltou a citar o presidente. “O problema é quando esse imbecil maluco é o presidente, aí não dá pra ignorar. Não há mais nada que o Bolsonaro possa fazer ou falar para provar que ele é um débil mental, uma besta absoluta, completamente inapto por cargo”, afirmou o humorista. “Ele mesmo falou que não sabe das coisas, não sou nem mais eu. Tudo ele faz de errado”.

+++ LEIA MAIS: Gene Simmons, do Kiss, se irrita com Bolsonaro: 'disse que vacina pode transformar pessoas em jacaré'


+++ CYNTHIA LUZ: 'A GENTE PRECISA OUVIR A VOZ DAS PESSOAS' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes