Fábio Porchat não acha certo proibir piadas homofóbicas: 'Não vai matar a homofobia'

Para o ator, o correto seria a pessoa perceber por si só o erro nas piadas

Redação Publicado em 14/08/2020, às 17h48

None
Fábio Porchat no Que Papo é Esse Porchat (Foto: divulgação / Globo)

Fábio Porchat foi convidado para uma live da página Banca do Livro na última quarta, 13. Na entrevista, o comediante explicou que não acha exatamente certo, ou eficiente, proibir piadas homofóbicas.

“É claro que a piada contribui para o preconceito perpetuar… Mas, proibir a pessoa de fazer a piada não vai matar a homofobia. Precisamos tomar cuidado com o tal ‘não pode’. Tem que poder, mas optar pelo não. Acho que essa é a evolução da sociedade,” explicou Porchat

+++ LEIA MAIS: Fábio Porchat salva sobrinho de afogamento - e já resgatou irmã na mesma piscina

O apresentador, conhecido inicialmente pela participação no Porta dos Fundos, explicou que, porém, não faria piadas no estilo. “Eu, Fábio, não acho graça, nao faço piada com grupos discriminados. Tento bater no opressor, não no oprimido.”

As falas de Porchat repercutiram na imprensa e redes sociais. Algumas pessoas, no Twitter, afirmaram qeue ele acha aceitável a existência de piadas no estilo por não fazer parte dos grupos de minoria.

+++ JOÃO GORDO ENCARA O DESAFIO MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS