‘Faltou erva’, diz Bolsonaro sobre protestos contra o governo

No sábado, 29, brasileiros de mais de 200 cidades participaram de atos contra Jair Bolsonaro, mas o presidente afirmou que havia ‘pouca gente’ nos protestos

Redação Publicado em 31/05/2021, às 12h21

None
Jair Bolsonaro olha para o lado com a mão para frente (Foto: Gabriela Bilo / Estadão Conteúdo / Agência Estado / AP Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) criticou e minimizou protestos realizados contra ele no sábado, 29 de maio. Os atos aconteceram em mais de 200 cidades no país, mas, segundo o presidente, tinham “pouca gente”, pois “faltou erva” para os manifestantes. As informações são do O Globo.

Em conversa com apoiadores nesta segunda, 31, Bolsonaro disse que poucas pessoas participaram das manifestações do sábado, 29, porque a Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão realizando diversas apreensões de maconha pelo país.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro sobre vacina contra Covid-19: ‘O tempo todo o pessoal enchendo’

“Você sabe por que tem pouca gente nessa manifestação da esquerda agora, no último fim de semana? Porque a PF e a PRF estão prendendo muita maconha pelo Brasil. Faltou erva para o movimento,” disse Bolsonaro, referindo-se à maconha. 

O presidente também disse que os protestos foram “do PT”, apesar de o Partido dos Trabalhadores não ter organizado formalmente os atos. Ainda, Bolsonaro citou Antônio Carlos de Almeida Castro, advogado criminalista conhecido como Kakay que participou da manifestação em Brasília.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro chama de 'idiota' quem cumpre isolamento social: 'Até hoje ficam em casa'

“Nessa manifestação do PT o Kakay estava falando contra mim. Sinal que estamos no caminho certo,” comentou o presidente.


+++ SUPLA | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL