Família de Bob Marley chega a acordo em processo envolvendo o meio-irmão dele

A viúva e os filhos de Marley afirmavam que a imagem do cantor foi usada de forma ilegal

Redação Publicado em 03/12/2012, às 10h25 - Atualizado às 15h34

Bob Marley se apresenta para um público de 40.000 pessoas durante um festival de reggae que aconteceu em julho de 1980 em Paris, na França.
AP

A família de Bob Marley entrou em um acordo a respeito do processo contra o meio-irmão da lenda do reggae, Richard Booker, segundo o site TMZ.

Crítica: Marley detalha vida do gigante da música.

A viúva de Bob Marley, Rita, e nove dos filhos dele entraram com uma ação contra Booker afirmando que houve infração de marca registrada e uso não autorizado da imagem de Marley. De acordo com o processo, Booker registrou a marca "Mama Marley" para vender uma linha de produtos do mar e estava usando o nome e a imagem de Marley para se promover no festival anual 9 Mile Music Festival, em Miami. Em resposta, Booker entrou com outra ação alguns meses depois, afirmando que Bob Marley tinha dado permissão a ele para usar o nome da família.

As duas partes agora entraram em acordo na corte. "Foi um caso muito delicado porque estavam em jogo o legado de um grande homem e a família dele", disse o advogado de Booker ao TMZ. "Até onde conheço sobre Bob Marley, ele teria ficado muito feliz, especialmente agora que a família dele está em paz. As duas partes ficaram felizes com o acordo."