Família de Pablo Escobar processa rapper 2 Chainz em ação de R$ 53 milhões

Os familiares do narcotraficante moveram a ação devido ao uso de uma imagem de Escobar na rede de restaurantes do rapper

Redação Publicado em 18/06/2020, às 12h20

None
2 Chainz / Pablo Escobar (foto: Frazer Harrison/ Getty Images)

A rede de restaurantes do rapper 2 Chainz na cidade de Atlanta, nos Estados Unidos, estão no centro de uma ação judicial de US$ 10 milhões, cerca de R$ 53 milhões, movida pela família do narcotraficante Pablo Escobar. 

De acordo com o site TMZ, o motivo do processo seria o uso indevido e sem autorização da imagem de Escobar nos estabelecimentos. A família disse que 2 Chainz violou as leis federais com o uso comercial. Não é estritamente direcionado para o nome do restaurante, mas também para o mercado que o negócio atua.

+++LEIA MAIS: Kanye West paga faculdade de filha de 6 anos de George Floyd

A Escobar.inc, empresa da família disse que há uma pintura com a imagem de Escobar dentro de um dos restaurantes, enquanto o menu inclui “Bolos de caranguejo Escobar”. Além dos US$ 10 milhões, a ação exige a proibição do uso dessas imagens e nomes no futuro.

Até o momento, 2Chainz não se pronunciou publicamente sobre o caso. O Departamento de Segurança Pública do estado da Geórgia fechou no mês passado um dos estabelecimentos, localizado em Castleberry Hill, após várias violações das regras de coronavírus promulgadas pelo estado, que foi a primeira a reabrir do bloqueio, de acordo com o The Atlanta Journal-Constitutional.


+++ A PLAYLIST DO RUBEL