Família de Stan Lee processa ex-agente por maus-tratos a idosos

Chefão da Marvel morreu aos 95 anos de idade em novembro de 2018

Redação Publicado em 14/05/2019, às 18h15

None
Stan Lee (Foto:Chris Pizzello/Invision/AP)

Keya Morgan começou a trabalhar como agente de Stan Lee em 2017, mas foi demitido em 2018 após acusações de maus-tratos ao idoso.

Nesta terça, 14, o NMEinformou que oficiais da Corte Superior de Los Angeles revelaram que a família do quadrinista abriu um processo contra o ex-agente. As acusações são de cárcere privado, fraude e falsificação de documentos.

De acordo com os documentos, Morgan é acusado de tomar para si a casa de Hollywood do senhor da Marvel e contratar seguranças para mantê-lo longe de amigos e família, além de o forçar a se mudar para outro lugar.

Desde a última sexta, 10, há um mandado de prisão para Morgan. Em 2018, na época da acusação, a família de Lee pediu uma ordem de restrição, e Morgan disse que era infundada e negou os maus-tratos.

Stan Lee morreu em novembro de 2018, aos 95 anos de idade, após sofrer uma parada cardíaca. O cartunista foi quem criou heróis como Homem-Aranha, Hulk, Homem de Ferro e diversos outros.

Lee também era sempre aguardado pelas suas aparições especiais nos filmes da Marvel. Este ano, apareceu em Capitã Marvel e Vingadores: Ultimato. As cenas foram gravadas antes de sua morte.

+++ De Everest a Frank Sinatra: 16 histórias que todos os fãs de Beatles deveriam saber