Família de Tolkien processa estúdio

New Line Cinema faturou mais de 10 bilhões de reais desde o lançamento de O Senhor dos Anéis. Parentes alegam que não viram a cor do dinheiro

Da redação Publicado em 12/02/2008, às 17h55

A New Line pode não ter dado um centavo à família de Tolkien pela realização dos filmes
Reprodução

A família do escritor J.R.R. Tolkien entrou com um processo contra o estúdio New Line Cinema nesta segunda-feira, 11. Os parentes afirmam que não receberam um centavo sequer dos lucros da trilogia O Senhor dos Anéis, adaptada por Peter Jackson. A produtora faturou mais de 10 bilhões de reais com os filmes.

A editora Harper Collins, detentora dos direitos de publicação em língua inglesa das histórias da Terra Média, também apóia a ação judicial. Os requerentes moveram a ação a partir da Tolkien Trust, uma fundação de caridade britânica.

Não houve pronunciamento da New Line sobre o assunto.