Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

House of the Dragon: fãs ameaçam boicotar livro de George R.R. Martin por racismo

Fãs acusam coautora de racismo em relação ao elenco de House of the Dragon

Redação Publicado em 04/10/2022, às 11h56

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
George R. R. Martin (Foto: Matt Sayles)
George R. R. Martin (Foto: Matt Sayles)

Fãs ameaçam boicotar o novo livro de George R.R. Martin, A Ascensão do Dragão: Uma História Ilustrada da Dinastia Targaryen, Volume Um alegando racismo do casal de coautores, Linda Antonsson e Elio M. García Jr. A edição é apresentada como um "livro de referência de luxo" sobre a famíliaTargaryen.

“Eu não vou comprar qualquer coisa com Linda e Elio ligados a isso ”, escreveu um, enquanto outros pediram a Martin que cortasse os laços com o par (via Variey).

A acusação surge após publicações do blog de Antonsson, algumas datadas de mais de uma década, em que ela condena a escolha de pessoas negras para o elenco da série Game of Thrones para interpretar personagens brancos nos livros de Martin.

+++LEIA MAIS: House of the Dragon: Episódio 6 quebra recorde inusitado de Game of Thrones; veja

Em um post de março de 2012, Antonsson reclamou sobre Nonso Anozie, um homem negro, sendo escalado para o papel de Xaro Xhoan Daxos, que é descrito como pálido nos livros. Cinco meses depois, em outra publicação, ela comemorou o fato de o ator branco Ed Skrein ter sido escalado para interpretar Daario Naharis, apesar de boatos alegando que um ator negro assumiria o papel.

Mais recentemente, Antonsson escreveu que o personagem de Corlys, interpretado por Steve Toussaint em House of the Dragon, foi uma escolha ruim.

+++LEIA MAIS: House of the Dragon: Cena deletada indica que Daemon Targaryen é bissexual [VÍDEO]

“Não há Valirianos negros e não deveria haver nenhum na série”, disse ela sobre os ancestrais comuns de Velaryons e Targaryens.

A coautora afirmou á Variety que fãs estão tirando suas declarações de contexto e que se incomoda de ser rotulada como racista. Segundo a autora, ela não tem problemas com o elenco inclusivo, mas acredita firmemente que “a diversidade não deve prevalecer sobre a história”.

Antonsson observa ainda que suas reclamações não se limitam ao elenco de House of the Dragon, mas que discorda das mortes personagens e o que difere da história contada nos livros.  George R. R. Martin se recusou dar declarações sobre o assunto.