Father John Misty faz crônica de morte narcisista na nova “Ballad of the Dying Man”

Faixa é a terceira revelada de Pure Comedy, próximo disco do projeto de Josh Tillman, que sai em abril

Rolling Stone EUA Publicado em 01/02/2017, às 18h55 - Atualizado às 19h08

Father John Misty, também conhecido como Josh Tillman

Ver Galeria
(7 imagens)

Father John Misty mira na auto-absolvição da era da internet no hilário novo single dele, “Ballad of the Dying Man”. Sobre um piano no melhor estilo dos Beatles e um violão, Josh Tillman (nome de batismo dele) observa os momentos finais de uma pessoa na letra.

LEIA TAMBÉM

Father John Misty participou como compositor do disco Lemonade, de Beyoncé

Ouça a cover de Father John Misty para “Kiss It Better”, de Rihanna

Father John Misty atuou com Lana Del Rey no clipe de “Freak”

“So says the dying man: ‘Once I'm in the box, just think of all the overrated hacks running amok/ All the pretentious, ignorant voices that will go unchecked/ The homophobes, hipsters and one-percent’”, canta ele.

Ouça “Ballad of the Dying Man” abaixo.

“Ballad of the Dying Man” é mais uma faixa revelada do novo disco do Father John Misty, Pure Comedy. Na última segunda, 30, Tillman lançou a sombria balada ao piano “Two Wildly Different Perspectives” e, anteriormente, ele já havia publicado a grandiosa faixa-título do álbum, com um vídeo surrealista enderençando nomes como Donald Trump e Kanye West.

Na semana passada, Tillman anunciou o álbum e lançou a faixa-título do trabalho, uma grandiosa balada que critica a hipocrisia na religião e na política. Em adição ao vídeo surreal, ele também divulgou um curta-metragem bizarro de 25 minutos que é parte documentário de making-of, parte filme surrealista.

Pure Comedy, que dá sequência a I Love You, Honeybear (2015), sai no dia 7 de abril. O disco conta com arranjos do compositor Gavin Bryars e contribuições de Thomas Bartlett e Nico Muhly.