FBI prende responsável por vazar X-Men Origens: Wolverine

Gilberto Sanchez, o "theSkilled1", é acusado de postar versão inacabada de X-Men Origens na internet um mês antes da estreia

Da redação Publicado em 17/12/2009, às 11h08

O FBI prendeu o responsável pelo vazamento de X-Men Origens: Wolverine na internet. No final de março, a um mês do lançamento do filme nos cinemas, uma versão inacabada caiu na internet, o que causou uma espécie de caça às bruxas dentro da 20th Century Fox, à procura do culpado - na época, Roger Friedman, jornalista com mais de 10 anos de casa, foi demitido após escrever uma resenha sobre o filme vazado em uma coluna que mantinha no site da Fox News.

Segundo documentos do FBI (repercutidos pelo site Radar Online), Gilberto Sanchez, de 47 anos, foi indiciado em 10 de dezembro por uma corte californiana. Sanchez, sobre quem paira a acusação de violar a lei federal de direitos autorais, foi preso em seguida, na casa onde morava em Nova York. Uma audiência estava marcada para quarta, 16.

Nos documentos judiciais, Sanchez é reconhecido como "theSkilled1", entre outros codinomes. Foi sob essa alcunha que ele postou a cópia de Wolverine (com menos tempo de duração do que o produto final e várias efeitos especiais incompletos) no site de compartilhamento de arquivos Megaupload. Leia aqui um trecho dos documentos.

Se o veredicto for culpado, o réu poderá ser condenado a três anos de cadeia. Além disso, Sanchez poderá ter de quitar uma multa de US$ 250 mil ou o dobro do valor equivalente ao prejuízo que o estúdio teve (valerá o maior entre os dois valores).

Não foi especificada a tática de Sanchez para ter acesso ao spin-off da franquia baseada nos mutantes da Marvel.

Sobre a prisão, a Fox emitiu o seguinte comunicado: "Nós apoiamos as ações do FBI e vamos continuar a cooperar com a aplicação da lei para identificar e processar quaisquer indivíduos que roubarem nossos filmes".