Festival Cine Cufa terá 1ª Mostra Online

Filmes participantes poderão ser assistidos pela internet a partir do dia 2 de agosto

Da redação Publicado em 31/07/2010, às 14h42

Longa-metragem brasileiro Biscoito de Vento, realizado na periferia do Rio de Janeiro, poderá ser assistido online na 1ª Mostra Online do Cine Cufa
Divulgação

A 4ª edição do Festival Cine Cufa irá contar pela primeira vez com a Mostra Online, que irá exibir as produções participantes a partir do dia 2 de agosto, pelo portal Elo Comunidade. O festival acontece entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro. Além da exibição dos vídeos pela internet, o evento também irá abrir votação online para o prêmio de melhor filme até o último dia da programação.

Realizado pela Central Única das Favelas (CUFA), o festival é destinado exclusivamente para produções de vídeo produzidas por moradores de favelas. Durante a mostra os participantes disputam o Prêmio do Estado do Rio de Janeiro, concorrendo nas categorias melhor filme, melhor documentário e melhor filme (júri popular).

No primeiro dia da programação acontecerá uma homenagem ao ator, cineasta e roteirista Zózimo Bulbul, que já atuou nas novelas Vidas em Conflito (1969) e Xica da Silva (1996) e no filme Cinco Vezes Favela (1962). O homenageado também dirigiu os longas-metragens Abolição (1988) e Dia de Alforria (1981).

Entre os participantes do Festival, a telenovela Em Busca da Vida, dirigida por Kurt Shaw, roteirizada e protagonizada por bolivianos de La Paz (favela da periferia El Alto), será um dos destaques da programação. A produção é assinada pela ONG Shine-a-Light, que atua em diferentes países da América Latina com indígenas, crianças da periferia e ex-guerrilheiros colombianos.

Outro destaque é o longa-metragem brasileiro Biscoito de Vento, dirigido por Thomas Hale e Ana Tonani, realizado em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. O documentário Nu Bai - O Rap Negro de Lisboa, dirigido por Otávio Raposo e produzido por moradores da periferia de Lisboa, que retrata a história e estilo de vida dos rappers locais, também está na programação.

O Festival também recebe filmes da Holanda, Estados Unidos, Portugal, México e França, e de ONGs, oficinas e companhias de audiovisual do Brasil. Além das exibições de vídeos, o evento também realiza debates com profissionais atuantes no mercado audiovisual, com os temas 5x Favela, agora por nós mesmos, Cinema, TV e Celular, Profissão Roteirista e Limites do Documentário. Saiba mais no site oficial.