Pulse

Festival No Ar Coquetel Molotov 2014 terá shows de Karina Buhr, Flora Matos e Aldo The Band

Evento será em 11 de outubro, na Coudelaria Souza Leão, no Recife

Redação Publicado em 18/09/2014, às 11h51 - Atualizado em 01/10/2014, às 15h54

A cantora Karina Buhr é uma das atrações do Festival No Ar Coquetel Molotov 2014

Ver Galeria
(2 imagens)

O festival No Ar Coquetel Molotov anunciou, nesta quita-feira 18, o line-up completo 11° edição. Entre os destaques estão a banda espanhola Russian Red, o grupo fracês La Femme, o músico paraense Jaloo, a cantora de hip-hop Flora Matos, o duo de música eletrônica Aldo The Band, a banda paulistana Ink e o show de Karina Buhr com o repertório do grupo Secos e Molhados. As apresentações acontecem no dia 11 de outubro (sábado) na Coudelaria Souza Leão, no bairro da Várzea, no Recife.

Flora Matos derruba as barreiras do sexismo e mostra o poder da internet na divulgação da cena independente.

Além disso, o festival também contará com atrações de peso da música eletrônica no palco Red Bull Music Academy. O espaço é dedicado a projetos live e discotecagem e terá a presença de Bok Bok (Inglaterra), Falty DL (EUA), Dago Donato (SP) e Seixlack (SP), que fará um live set. Os portões abrem às 13h e, para quem decidir chegar mais cedo, haverá uma Feira Cultural com ações artísticas performáticas escolhidas através de uma convocatória. Dentre os expositores do evento estão as marcas Cabaré Fantasma, Loja Grude!, Alfinete Brechó, Tag it, Ray Ban e ACRE Recife.

Veja o line-up completo e saiba mais sobre as atrações:

15h00 - FuckYeahGuigs (PE)

Figura conhecida na noite recifense, Guilherme de Paula adota o nome de FuckYeahGuigs quando está tocando novidades do cenário alternativo mundial em festas como a Neon Rocks e Maledita. Do pop ao indie dançante, com muitos beats animados e sem preconceito.

16h30 - Selvagem (SP)

Selvagem é Millos Kaiser e Trepanado, uma dupla de discotecários com uma festa dominical gratuita, realizada mensalmente no centro de São Paulo. Foram atração do último Creators Project e assim como uma revolução nas pistas, o duo Selvagem tem levado uma multidão pras suas festas já tendo tocado ao lado de muita gente legal.

18h00 - Jonas Rocha (RJ)

O DJ Jonas Rocha coleciona passagens por inúmeros festivais de renome como o Winter Music Conference, VibeZone e a Parada da Paz. Já produziu trilhas sonoras para desfiles de marcas como British Colony, Osklen e London Fashion Week. Dono do selo Zoo Records, participou das coletâneas AMP MTV 2 no Brasil, Brazilounge e The Rough Guide To Brazilan Eletronica na Europa.

19h30 - Dago Donato (SP)

Dagoberto Donato, ou só Dago, atua no mercado independente desde o final dos anos 1990, produzindo shows e festas, abrindo sua própria casa noturna, Neu Club, em 2009. Como DJ, começou como parte do Centro Cultural Batidão nas hoje lendárias festas da Generics e depois partiu para tocar em eventos em diversos países. Desde então, vem construindo um estilo que mistura novidades da eletrônica global com hits improváveis, informação e diversão. Também é um dos fundadores da Avalanche Tropical, coletivo que promove festas e intercâmbio com artistas internacionais ligados à eletrônica global.

21h00 - Seixlack – Live (SP)

Fernando Seixlack é uma máquina. DJ, produtor e baterista das bandas Elma e Polara, Seixlack faz parte do coletivo Metanol FM e tem dois EPs lançados: "Fantasma" em 2012 e "Elo" neste ano. As experimentações sonoras, o uso quase lúdico de melodias em suas produções aliado a sua experiência como percursionista, tornam o seu trabalho impactante, preciso, rítmico e um tanto quanto único.

22h30 - Falty DL (EUA)

Por trás do nome FaltyDL, está Drew Lustman, DJ de música eletrônica de Nova York que atua desde 2008 na cena mundial, tendo lançado quatro discos e remixes oficiais para artistas como Seun Kuti, The XX e Photek. Recentemente, lançou “In the Wild”, sucessor de “Hardcourage“, lançado em 2012 pela Ninja Tune. O novo LP de FaltyDL já é destaque em várias publicações especializadas que elogiam sua criatividade de composição e musicalidade.

23h00 - Bok Bok (UK)

Fundador do selo britânico Night Slugs, Alex Sushon (Bok Bok) trabalha com sons que já foram descritos pela Spin Magazine como "um híbrido de house, electro, R&B e dubstep, com uma sólida base na cultura do Sound System". O seu som é único e envolvente, proveniente essencialmente do Reino Unido, mas também com algo de alienígena – uma espécie de Grimy House Futurista/Crunk Espacial.

17h30 - Jaloo (PA)

Jaime Melo, o Jaloo, tem 25 anos e nasceu em Castanhal, no interior do Pará. Ele é fruto do brega e também da Internet. Seu nome emergiu na rede por

volta de 2010 com remixes melódicos e de suingue tropical criados, via Fruity Loops, para músicas que ele gostava – principalmente cantoras de pop e eletrônica. Cada versão sua bombava com comments e downloads no mundo todo, e selos como Mad Decent postavam sobre as versões. Sem fazer parte de coletivos ou aparelhagens, ele levou sua música ao universo de clubes e DJ sets. Após um tempo, o som de Jaloo evoluiu, mas ainda no ritmo de suas investidas técnicas, ele mostra que suas músicas podem carregar versatilidade e riqueza sonora, fator que bota fogo no bafafá de um gênero que costuma ser marginalizado.

18h30 - La Femme (França)

"Psycho Tropical Berlim", título do primeiro disco da banda La Femme resume um pouco as suas ambições: pop psicodélico tropical com base krautrock e uma pegada de surfmusic. Acrescente a isso elementos inerentes da música francesa dos anos 60 e de Gainsbourg e lá estão eles. A banda ganhou o prêmio de Melhor Álbum de Artista Novo na 29ª cerimônia do Les Victoires de la Musique 2014, o equivalente francês do American Music Awards. Já foram citados e elogiados em publicações como The Guardian, Vice e LesInrock e estiveram em festivais pela Europa agitando multidões.

19h30 - Inky + Rodrigo Coelho (SP / PE)

Formada por Luiza Pereira (voz e synth), Guilherme Silva (baixo), Stephan Feitsma (guitarra) e Victor Bustani (bateria), a banda Inky surgiu do underground da cena paulistana unificando elementos de rock e texturas eletrônicas para criar a sua identidade sonora. O seu disco de estreia “Primal Swag”, foi lançado digitalmente em abril deste ano e agora disponível também em CD. O grupo já se apresentou ao lado de LCD Soundsystem, The Vaccines e Metropole Orkestra, em Amsterdã. No show que apresentam no festival No Ar 2014, o grupo toca ao lado do músico pernambucano Rodrigo Coelho.

20h30 - Phil Veras (MA)

O jovem maranhense, Phill Veras, 22 anos, é compositor, cantor e músico. Permeia os clássicos da canção brasileira com poesia e melodias contemporâneas. Autodidata, precoce, vem se destacando como um dos principais artistas da nova geração responsável pela produção musical nacional. Phill circulou por várias cidades, apresentando-se em importantes casas de show e teatros e foi convidado especial para uma apresentação no palco Sunset do Rock in Rio 2013. No início deste ano, Phill Veras lançou o seu novo disco "Gaveta", e em menos de dois meses também já foi premiado como um dos melhores discos do ano por blogs e sites responsáveis pela disseminação da música brasileira.

22h30 - Russian Red (Espanha)

Russian Red é o nome artístico de Lourdes Hernández, cantora de música indie e folk espanhola. “I Love Your Glasses”, lançado em 2008, foi o seu álbum de estreia, que fez com que seus primeiros shows oficiais nas mais prestigiadas salas do circuito alternativo de Madrid se esgotassem rapidamente.Sua carreira foi além das prateleiras de discos e dos palcos, com músicas suas constando em diversas trilhas sonoras e propagandas, além de ter recebido o prêmio de Melhor Artista Espanhol no MTV Europe Music Awards de 2011.

23h30 - Flora Matos (SP)

Flora Matos nasceu em Brasília e foi criada por uma família de artistas que a levou logo aos quatro anos de idade para subir aos palcos. Em 2006 aos 17 anos, a cantora se apresentou como MC ao lado de Dj Brother e recebeu o prêmio de melhor cantora do ano em Brasília. Poucos anos depois, a artista concluiu sua primeira turnê pela Europa passando por Paris, Angers (Le Chabada), Le Mans, Lisboa, Porto, Bolonga, Olivetto e Napoli. Já se apresentou em grandes eventos como Planeta Atlântida, Virada Cultural de São Paulo, Lupaluna, além de representar o Rap Brasileiro em Maputo-Moçambique-África com DJ Naomi. Ela está entre os melhores MCs do país independente de gênero e deixando na poeira esse papinho de “universo dominado por homens”, com um pique e uma malandragem de rua, sem precisar sucumbir a estereótipos do estilo.

00h30 - Karina Buhr canta Secos e Molhados (PE)

Após 40 anos desde o seu lançamento, um dos álbuns mais importantes da história da música popular brasileira, o disco do Secos e Molhados continua influenciando uma infinidade de artistas nacionais, entre eles a cantora e compositora Karina Buhr. Em um show criado especialmente para esse disco, Karina interpreta faixas clássicas como "Sangue Latino", "O Vira" e "Rosa de Hiroshima". O álbum foi lançado no auge da ditadura militar e apesar de suas letras conterem graves críticas sociais, o disco vendeu mais de um milhão de cópias, revelando Ney Matogrosso ao público brasileiro. É um disco que mudou a história da MPB e do rock brasileiro com uma linguagem antropofágica, canções buriladas e performance arrebatadora, mistura sob medida para a recriação da cantora e compositora Karina Buhr.

01h30 - Aldo the Band (SP)

Formada pelos irmãos André e Murilo Faria, Aldo The Band é considerada uma das promessas da atualidade com sua mistura de batidas eletrônicas e sintetizadores ao lado de baixo e guitarras, fazendo um som dançante e divertido. As influências do grupo vão de Happy Mondays e LCD Soundsystema referências brasileiras como Banda Black Rio e Eumir Deodato. Nos shows do ALDO, André comanda a guitarra e divide a voz com Murilo, que fica com o teclado, synth e backing vocal. Para completar a banda, nomes de peso da cena independente paulistana: Érico Theobaldo (Thelepatiques e Embolex), na bateria, e Isidoro “snake” Cobra (ex-Jumbo Elektro), no baixo, que voltou aos palcos após três anos sabáticos a convite especial dos irmãos Faria.

Festival No Ar Coquetel Molotov

11 de outubro (sábado), às 15h

Coudelaria Souza Leão, Várzea, Recife

Ingressos: R$ 60 (inteira), R$ 50 (social) e R$ 30 (meia)