Festival Varilux de Cinema Francês 2016 terá uma semana a mais de duração

A nova edição do evento acontecerá de 8 a 22 de junho em 50 cidades brasileiras

Redação Publicado em 28/05/2016, às 11h05

O jovem ator Vincent Lacoste (à direita) será um dos atores/diretores que virá ao Brasil para a abertura do festival.
Reprodução

A edição 2016 do Festival Varilux de Cinema Francês acontece de 8 a 22 de junho, em 50 municípios brasileiros. Diferentemente das últimas versões, o evento deste ano ganha uma semana a mais de exibições de filmes franceses. Para a programação, foram selecionados quinze longa-metragens inéditos, além do clássico Um Homem e Uma Mulher (1966), que será homenageado durante a ocasião.

O festival realiza também atividades paralelas, como a oficina de crítica cinematográfica ministrada pelo francês Jean-Michel Frodon (ex-diretor da redação da lendária revista Cahiers du Cinéma). A sétima edição do Festival Varilux recebe ainda para uma mesa de debates artistas que fizeram parte de algumas das produções que serão exibidas na mostra. Entre eles estão Virginie Efira (Um Amor à Altura), Vincent Lacoste (Lolo, o Filho da Minha Namorada), Finnegan Oldfield (Os Cowboys) e os diretores Philippe Le Guay (Flórida) e Roschdy Zem (Chocolate).

Iraniano Abbas Kiarostami ganha mostra de cinema no CCBB

Fazem parte do evento os filmes Lolo, o Filho da Minha Namorada, dirigido e estrelado pela atriz Julie Delpy; Um Amor à Altura, comédia romântica de Laurent Tirard (O Pequeno Nicolau); Abril e o Mundo Extraordinário, animação dos franceses Franck Ekinci e Christian Desmares, indicados ao César de Melhor Animação de 2011; O Novato, do diretor e roteirista Rudi Rosenberg; A Corte, de Christian Vincent; Um Belo Verão, longa feito pela Catherine Corsini; Marguerite, produção de Xavier Giannoli inspirada na história da excêntrica socialite norte-americana Florence Foster; o drama Os Cowboys, de Thomas Bidegain; Viva a França!, de Christian Carion, e La Vanité, uma tragicomédia de Lionel Baier com atuação da espanhola Carmen Maura (Volver).

Morre o crítico de cinema Christian Petermann aos 49 anos

Este ano, o Festival Varilux também presta uma homenagem aos 50 anos do lançamento de Um Homem e Uma Mulher, de Claude Lelouch (Longe do Vietnã, Outro Homem, Outra Mulher). Estrelado por Anouk Aimée (A Doce Vida) no papel da viúva Anne Gauthier e Jean-Louis Trintignant (A Fraternidade é Vermelha, Amour) interpretando o piloto de corridas Jean-Louis Duroc, o filme ganhou a Palma de Ouro e também recebeu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e Roteiro Original.

O festival realiza sessões de democratização em espaços alternativos do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. Para mais informações, consulte o site do evento.