Ficção científica retrô é novo sucesso de crítica da Amazon Prime; conheça Vast of Night

Filme é uma grande homenagem a Além da Imaginação (1959)

Redação Publicado em 10/06/2020, às 10h19

None
Personagens de Vastidão da Noite (Foto: Reprodução/Amazon Prime)

Recentemente, chegou na Amazon Prime Video o filme Vastidão da Noite, longa-metragem de ficção científica retrô e novo sucesso de crítica da plataforma de streaming. O filme, antes de estrear, foi rejeitado por 18 festivais de cinema antes de ser exibido no Slamdance, em 2019, e receber o prêmio do público na categoria Melhor Narrativa. A produção foi dirigida pelo estreante Andrew Patterson.

A história de Vastidão da Noite acompanha Everett (Jake Horowitz), um carismático radialista, e Fay (Sierra McCormick), jovem que trabalha na central telefônica. Eles moram na pacata e fictícia Cayuga, Novo Mexico, e que descobrem um sinal misterioso aparentemente transmitindo via rádio. Então, os dois passam a investigar esse fato.

+++LEIA MAIS: Filmes 'sérios' da Marvel são os únicos realmente bons - o resto é repetição de fórmula [OPINIÃO]

Esse filme caiu nas graças da crítica e foi bastante elogiado, principalmente pela química entre os personagens de Jake Horowitz e Sierra McCormick, a direção de Andrew Patterson e o trabalho de M.I. Littin-Menz, diretor de fotografia. De acordo com o The Guardian, Vastidão da Noite é um "sci-fi misterioso, espirituoso e chega como um sinal de radar persistente e inexplicável do céu: baixo orçamento, alto conceito".

Além disso, ainda de acordo com as críticas, o filme é uma linda homenagem ao seriado Além da Imaginação.

Como dito pelo The Guardian, "Vastidão da Noite é agradável porque nos leva a uma pergunta intrigante: se os EUA do final dos anos 50 eram tão abafados e conservadores, como eles deram origem à Além da Imaginação e outras ficções científicas - tão ferozmente imaginativas, anárquicas, satíricas e ousadas?

+++LEIA MAIS: Van Damme revela que entrou para ‘lista de indesejados’ e foi rejeitado por Hollywood: entenda o motivo

Sobre a relação entre os dois protagonistas, o Den of Geek disse: "o coração de Vastidão da Noite é a dinâmica entre de Fay e Everett, que brigam, flertam e brincam entre si [...], enquanto correm pela cidade tentando descobrir exatamente o que o áudio significa, encontrando e interrogando moradores locais". Já os diálogos são ditos como "geralmente estilizados e ágeis".

Ainda de acordo com o site, "Everett é afável e sofisticado, pois fuma uma infinita corrente de cigarros". Já "Fay é um turbilhão, tentando resolver o mistério, verificando sua irmã caçula e aprendendo a usar seu novo dispositivo de gravação. É uma alegria acompanhar os dois de perto".

+++LEIA MAIS: Elton John revela verdade sobre relação com Michael Jackson: ‘Pessoa perturbada’

A respeito do trabalho do diretor de fotografia M.I. Littin-Menz, o Screen Rant não poupou elogios. "Desde o início, a fotografia trata os espectadores em longas tomadas que os permitem mergulhar no cenário, no período e nos personagens em sua frente", opinou.

Além disso, segundo o site, "Cada cena consegue ser ao mesmo tempo bela e assustadora, capturando o vazio da pequena cidade e, ao mesmo tempo, preenchendo o espaço restante com as personalidades vibrantes e a curiosidade dessas personagens".

+++LEIA MAIS: O Vendedor de Sonhos conquista público da Netflix na quarentena: “Precisamos falar sobre suicídio”

Para o What Culture, Vastidão da Noite "é uma história sobre histórias; sobre como eles se espalham e mudam de acordo com o que lhes dizem e quem os ouve".


+++ DELACRUZ | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO