This Is It ficará em cartaz por duas semanas

Filme com os ensaios de Michael Jackson será exibido em diversos países a partir do dia 28 de outubro

Da redação Publicado em 21/08/2009, às 16h01

This Is It, filme com os ensaios de Michael Jackson, ficará nos cinemas por apenas duas semanas. O anúncio foi dado nesta quinta, 20, pela Sony Pictures Entertainment e Sony Music Entertainment, responsáveis por lançar a produção.

Michael Jackson estampa uma das capas da edição de agosto da Rolling Stone Brasil. Confira um trecho da reportagem sobre os últimos dias do astro.

Em comunicado oficial, as empresas não justificaram a decisão em limitar a exibição do longa. No entanto, explicaram que o lançamento nas telonas será feito no dia 28 de outubro - dois dias antes do previsto.

A relação de países e respectivos locais das sessões também não foram divulgados, mas calcula-se uma distribuição mundial que incluirá o Brasil. A nota avisa também sobre a venda dos ingressos, programadas para começar em determinadas cidades no dia anterior à estreia (no domingo, 27).

Além de traçar a trajetória do astro, a produção mostrará cenas dos ensaios que o cantor realizava para a temporada This Is It, uma série de 50 shows marcados para acontecer na O2 Arena, em Londres. As apresentações começariam no dia 13 de julho - Jackson faleceu no dia 25 de junho, em decorrência de uma parada cardíaca.

De acordo com as produtoras, foram gravadas mais de cem horas de fita, com imagens do cantor em cima do palco e nos bastidores. As cenas usadas no longa incluíram filmagens feitas entre abril e junho deste ano.

"Quando começamos a juntar as imagens para o filme, nos demos conta de que tínhamos filmado algo extraordinário, único e muito especial", afirmou Kenny Ortega, oficializado como diretor do filme, no comunicado. "This Is It pode ser o melhor show que ninguém teve a chance de ver, mas com este filme teremos um retrato raro de Michael enquanto ele se prepara para seu último ato e no que eu acredito ser seu melhor trabalho."

O produtor, que trabalhou com o Rei do Pop por cerca de 20 anos, foi também o responsável por outras duas turnês do astro: Dangerous (que passou pelo Brasil em 1993) e HIStory (1996-97). Familiarizado com o cinema, Ortega dirigiu e criou ainda a franquia High School Musical, da Disney, e assumirá as claquetes do remake de Footloose.

Para tocar o projeto, a Columbia Pictures, subsidiária da Sony, fechou um contrato de US$ 60 milhões. Aprovado por um tribunal norte-americano, o acordo prevê que 90% dos lucros do filme ficarão com a família do cantor - sendo 80% da quantia reservada para filhos e mãe de Jackson. O restante será direcionado à AEG Live, produtora responsável pela This Is It.

Nesta semana, um representante dos Jackson anunciou que o corpo do cantor seria enterrado no dia 29 de agosto, data em que o astro completaria 51 anos. No entanto, a cerimônia, marcada para acontecer no cemitério Forest Lawn, em Los Angeles, acabou adiada para 3 de setembro, reporta o site TMZ. A causa da morte do Rei do Pop será mantida em segredo pelas autoridades enquanto as investigaçõe policiais estiverem em andamento.

Segundo a rede de notícias Fox News, o Departamento de Polícia de Los Angelas declarou que irá acusar Conrad Murray, médico particular do astro, por homicídio culposo - quando não há intenção de matar. O especialista foi apontado como responsável pela morte de Jackson por ter administrado o anestésico Propofol, que teria causado a parada cardíaca poucas horas depois.

Confira a cobertura completa sobre a morte de Michael Jackson.