Warner tenta acordo judicial antes de começar novo Superman

Em 2013, os direitos sobre o herói retornam aos herdeiros de Joe Shuster e Jerry Siegel, criadores do personagem

Da redação Publicado em 29/11/2009, às 19h55

Os fãs de Superman deverão esperar ainda mais para assistir a um novo filme do herói. Segundo o blog Thompson on Hollywood, da jornalista Anne Thompson (que trabalhou em veículos como Variety e The Hollywood Reporter), a Warner Bros. não está se movimentando em relação à franquia, porque espera, antes, chegar a um acordo com os herdeiros de Joe Shuster e Jerry Siegel, criadores do personagem.

A Warner deveria começar a trabalhar no novo filme até 2011. Porém, em 2013, os direitos retornam às mãos das famílias dos criadores. O estúdio quer chegar a acordo para tentar garantir os direitos em parceria com os herdeiros e, assim, dar prosseguimento à produção do filme.

Em 2008, um juiz federal dos Estados Unidos havia declarado que os herdeiros de Siegel devem ter participação sobre os direitos autorais do personagem e da revista ction Comics 1, no que se refere às negociações com a editora DC Comics no país. O processo se arrasta desde então.

De acordo com Thompson, não há ainda roteiristas trabalhando e as ideias que chegam à produtora Legendary Pictures estão sendo arquivadas. Bryan Singer, que dirigiu Supeman - O Retorno (2006), ficará de fora do projeto - a Warner quer um filme com mais ação. Há a possibilidade de a série recomeçar, e um novo título pode não ter nenhuma relação com o filme de Singer.