Pulse

Fleetwood Mac toca música "Man of the World" pela primeira vez em 50 anos; assista

Banda também tocou "Blue Letter", canção que não era tocada desde 1990

Andy Greene, Rolling Stone EUA Publicado em 12/08/2019, às 19h22

None
Stevie Nicks, cantora da Fleetwood Mac, em show na State Farm Arena, em março de 2019 (Foto: AP/Invision/Robb Cohen)

A banda Fleetwood Mac levou a turnê mundial para a Austrália, onde, durante o segundo show na RAC Arena, em Perth, os fãs puderam se deliciar com a música "Man of the World," tocada a primeira vez desde 1969.

No vídeo, feito por um fã, Neil Finn faz um depoimento antes da banda tocar a canção: "Nós vamos estrear essa música agora que foi uma das melhores [de Peter Green]. É uma honra e um privilégio tocar para vocês." 

O show também contou com a música "I Got You," de Split Enz. A canção estava no setlist quando a turnê começou, mas após 11 shows ela não foi mais tocada. "I Got You" alcançou o 1 lugar de hits na Austrália e na Nova Zelândia, país de Neil Finn

Quem estava no show se surpreendeu, principalmente, com o retorno de "Blue Letter" na apresentação. A música, do LP de 1975 da banda, não era tocada desde a turnê Behind The Mask, em 1990. 

LEIA MAIS: Traições e US$ 1 milhão em drogas: os 50 anos do Fleetwood Mac

Antes da turnê começar, Stevie Nicks contou à Rolling Stone EUA que ela queria tocar canções que a banda não tocava há um longo tempo, incluindo as do período entre o final de 1960 até 1970, em que Peter Green ainda era membro da Fleetwood Mack. 

"Ainda tem 10 hits que precisamos tocar," disse Nicks. "Isso deixa um espaço para mais 13 músicas se você quiser fazer um show de 3 horas. E aí você junta todas elas e faz uma sequência ótima e você tem algo que ninguém viu antes, exceto que todas as coisas que eles querem ver estão lá. No ensaio, nós vamos colocar uma lista de 60 músicas. Aí nós começamos com a número um e vamos passar e tocar tudo. Você começa a tirar músicas e começa a ver que o seu set se junta."

A turnê do Fleetwood Mac na Austrália e Nova Zelândia termina no dia 21 de setembro com um show no estádio Forsyth Barr, em Dunedin. Depois disso, eles retornam à América do Norte, no final de outubro, para compensar sete shows adiados no início de 2019, quando a cantora Stevie Nicks ficou gripada. 

LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019