Flight of the Conchords não garante terceira temporada

Mistura de sátira com folk, dupla pode recusar volta à TV e inspirar filme

Da redação Publicado em 08/08/2009, às 20h01

Flight of the Conchords, a dupla folk da Nova Zelândia que rendeu série de TV homônima na HBO, terá que decidir se volta ou não para uma terceira temporada do programa. "Nós temos algumas opções aqui. Voltamos como especial de Natal, um filme ou mesmo uma turnê mundial?", disse o comediante Rhys Darby, intérprete do empresário Murray Hewitt, em entrevista ao site do NME.

De cara, Darby adianta que Bret McKenzie e Jemaine Clement, duo que põe sátira e música no mesmo saco, pensam em tirar um ano de férias. "Mas desde já há um pouco de pressão, com pessoas dizendo, 'como vocês podem terminar isto agora?'."

Sobre Flight of the Conchords, a série, nenhuma decisão foi tomada, assegura Darby. Ele adianta, no entanto, que seus parceiros de set têm "a mentalidade britânica na qual você cria algo, termina e avança" rumo a novos horizontes.

A versão televisiva, que ajudou a popularizar a dupla neozelandesa, foi criada em 2007 por James Bobin (diretor do talk show de Sacha Baron Cohen, Da Ali G Show, do qual saíram os personagens Borat e Brüno). Na série, McKenzie e Clement interpretam sátiras deles mesmos: uma dupla da Nova Zelândia que vai tentar a sorte em Nova York.

A série recebeu seis indicações ao Emmy deste ano, entre elas série cômica, ator (Clement) e diretor. Os vencedores serão conhecidos no dia 20 de setembro.

O DVD com a segunda temporada de Flight of the Conchords foi lançado esta semana no Reino Unido.