"Foi insano", diz Jim Parsons sobre atuar com Stephen Hawking em The Big Bang Theory

Em entrevista, ator da série se disse emocionado com a gravação do episódio, que deve ir ao ar em abril

Redação Publicado em 23/03/2012, às 15h12

Stephen Hawking
AP

O ator Jim Parsons, mais conhecido como o Sheldon da série de TV The Big Bang Theory, falou a respeito nesta sexta, 23, sobre a gravação do episódio que contou com a participação especial do físico teórico Stephen Hawking. As informações são do site TV Guide.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

"Foi insano e intenso, pra ser honesto", disse Parsons. "Estar em sua presença foi uma coisa muito poderosa. Eles está se comunicando apenas por meio de um aparelho gerador de voz, mas eu pude olhar em seus olhos. Tínhamos essa cena roteirizada e, obviamente, suas falas foram pré-programadas nesse aparelho. Eles tinham a capacidade de apenas 'colar' as falas [no aparelho], mas ele exigiu controlar todas as tomadas ele mesmo, operando a máquina com um músculo de sua bochecha."

Na opinião do ator, este foi um grande momento para a série. "Apenas no final do dia eu me dei conta da magnitude do que havíamos conseguido", contou, dando mais detalhes sobre a história do episódio que Hawking, em que ele comparece à universidade em que os rapazes trabalham e Sheldon pede a Howard Wolowitz (Simon Helberg) que entregue um texto que ele escreveu para o físico teórico. "É uma longa história até chegar ao ponto em que permitem que eu o veja, mas acontece", disse o ator.

Esta não é a primeira vez que a série tinha tentado contato com Hawking. Anteriormente, ele havia alegado estar doente demais para participar do programa. A confirmação de sua participação vem pouco após Leonard Nimoy, o Spock de Jornada nas Estrelas, ter feito uma dublagem em um episódio da série, que será exibido em 29 de março, nos Estados Unidos.

The Big Bang Theory é conhecida por já ter trazido grandes nomes da tecnologia e ciência para participar da série, como o cofundador da Apple, Steve Wozniak. No Brasil, o programa é exibido pelo Warner Channel.