Pulse

Foo Fighters está sempre fora de sintonia e eu grito demais, diz Dave Grohl

Vocalista afirma que depois de 25 anos de estrada, não faz diferença se eles erram ou não

Redação Publicado em 09/04/2019, às 15h42

None
Show do Foo Fighters no Maracanã, Rio de Janeiro, durante excursão da banda de Dave Grohl com o Queens of the Stone Age pelo Brasil (Foto: Marcos Hermes)

Foo Fighters completa 25 anos de estrada este ano. Para Dave Grohl, vocalista, este tempo é suficientemente longo para permitir que a banda cometa erros em shows.

Ao Live Nation, o astro contou um pouco sobre como a relação do grupo com apresentações ao vivo mudou ao longo do tempo.

“Nos últimos anos, muita coisa mudou em shows. 20 anos atrás nós tentávamos muito soar impecáveis, e a gente entendeu que só podemos tocar do jeito que tocamos, é assim que é. A gente não usa faixas pré-gravadas, e nem marcações de tempo, então estamos sempre fora de sintonia, eu grito demais, e tanto faz”, disse o cantor.

Mas para ele, depois de tanto tempo de carreira, isso passou a ser uma vantgem. “Funciona a nosso favor, porque a gente está tocando uma música ao vivo, e está tão errada que o público fica tipo ‘ah meu deus, eu acabei de ver uma banda tocando errado, que maneiro!’, e isso facilita muito as coisas. Existe amor ao tocar ao vivo”, completou.

Ainda sobre shows, disse que ver a audiência do Foo Fighters o faz acreditar que o rock está vivo. “Me perguntam o tempo inteiro se eu acho que o rock n’ roll morreu. Mas claro que não, não acho, quando você vê a conexão que temos com nosso público.” 

O Foo Fighters se prepara para voltar ao Brasil ainda este ano. A banda é uma das atrações do dia 28 de setembro, sábado, no Rock In Rio