Foo Fighters faz show surpresa em Nova Orleans e toca com banda de jazz; veja

Apresentação faz parte do processo de gravação do novo disco do grupo, que deve ser lançado ainda neste ano

Rolling Stone EUA Publicado em 19/05/2014, às 10h52 - Atualizado às 11h05

Foo Fighters no Preservation Hall

Ver Galeria
(7 imagens)

O Foo Fighters acertou Nova Orleans em cheio na noite de sábado, 17, com um show surpresa no Preservation Hall, reunindo uma plateia grande o bastante para fechar o quarteirão todo. O The Times-Picayune informa que a banda revelou a apresentação horas antes, publicando no Twitter uma foto de Dave Grohl e outros integrantes da famosa Preservation Hall Jazz Band com a legenda: “Então, Nova Orleans, o que vocês querem hoje a noite?”

Veja fotos do show.

O show começou às 21h e teve 30 minutos com a Preservation Hall Jazz Band. O Foo Fighters tomou o palco logo em seguida, por uma hora e meia, tocando hits como “Times Like These”, “Cold Day in the Sun”, “My Hero” e “Learn to Fly” antes de terminar com “This Is a Call”. Trombone Shorty e outros integrantes da banda de jazz se juntaram a Grohl e companhia para a última música.

Dave Grohl diz o que sentiu ao ouvir pela primeira vez o disco Superunknown, do Soundgarden.

A surpresa faz parte do novo projeto de gravação do Foo Fighters, um álbum gravado em estúdios lendários em oito cidades diferentes ao redor do país, trazendo músicos locais importantes. A banda passou os últimos dias gravando no Preservation Hall e com Grohl entrevistando músicos locais para uma nova série da HBO. O programa estreará no fim deste ano, assim como o novo disco.

Nirvana: os bastidores e detalhes da reunião.

“Desta vez, eu acho que nós realmente estamos fazendo certo”, disse Grohl ao público, lembrando as últimas passagens da banda por Nova Orleans . “Nós ficamos aqui tempo bastante para aprendermos um pouco sobre a cidade. Nós fizemos vários amigos.”

Dave Grohl diz que tem esperanças para o futuro da música pop por causa de Lorde.

Em uma entrevista à Rolling Stone EUA em novembro do ano passado, Grohl descreveu o processo de gravação do disco como “muito foda”. “Estamos fazendo algo que ninguém sabe, e é empolgante. Começamos a gravar cedo, mas estamos fazendo isso de uma maneira que ninguém havia feito anteriormente”.

Assista a um trecho do show: