Frances Bean homenageia o pai, Kurt Cobain, no dia em que ele completaria 50 anos

“Obrigada por me dar o presente da vida”, disse a artista visual em um post no Instagram

Redação Publicado em 20/02/2017, às 14h31 - Atualizado às 15h30

Ver Galeria
(3 imagens)

Nesta segunda-feira, 20, Kurt Cobain completaria 50 anos caso não tivesse cometido suicídio em abril de 1994. Não foram poucas as homenagens prestadas ao músico norte-americano, que se consagrou entre o fim dos anos 1980 e início da década de 1990 como vocalista, guitarrista e principal letrista do Nirvana. Entre os tributos, está também o de Frances Bean, filha única de Cobain com a cantora Courtney Love.

LEIA TAMBÉM

Exclusivo: Frances Bean fala pela primeira vez sobre a relação dela com a imagem de Kurt Cobain

Relembre 12 frases emblemáticas de Kurt Cobain

“Hoje seria seu aniversário de 50 anos”, escreveu Frances em um post na conta oficial dela do Instagram. “Você ainda é amado e sua falta é sentida. Obrigada por me dar o presente da vida. Para sempre sua filha, Frances Bean Cobain.”

February 20th 2017. Happy Birthday.

Uma publicação compartilhada por Frances Bean Cobain (@space_witch666) em

Embora traga os genes de uma das figuras mais icônicas do grunge, Frances revelou à Rolling Stone EUA, durante uma entrevista em 2015, sobre não se interessar pelo estilo musical e também “não gostar tanto assim do Nirvana”.

“Gosto mais de Mercury Rev, Oasis e Brian Jonestown Massacre”, declarou Frances, que chegou a estagiar na sucursal de Nova York da revista. “A cena grunge não me ineressa, mas 'Territorial Pissings' [de Nevermind] é uma música boa pra caralho. E 'Dumb' [de In Utero] – choro toda vez que ouço. É uma versão simplificada da percepção de Kurt sobre si mesmo – quando estava drogado, limpo, sentindo-se inadequado em ser chamado de a voz de uma geração.”

Atualmente, Frances está envolvida em um processo contra o marido, Isaiah Silva, de quem está se divorciando. Segundo o site da revista NME, a filha única de Cobain exige que Silva devolva o violão usado por Cobain na performance do icônico Nirvana Unplugged. No entanto, o marido da artista visual alega que o instrumento foi dado a ele como um presente de casamento.