Frank Ocean diz que o primeiro amor dele foi um homem

Integrante do Odd Future, coletivo de hip-hop frequentemente acusado de homofobia, postou uma carta no Tumblr falando sobre isso

Redação Publicado em 04/07/2012, às 11h06 - Atualizado às 11h34

BEM DIFERENTE  Fora do Odd Future, Frank Ocean tem muito brilho próprio
PRODUZIDO POR RUTH LEVY

Frank Ocean, do Odd Future, fez uma declaração em seu Tumblr que deverá repercutir bastante no mundo do hip-hop. Em uma carta aberta, ele conta como se apaixonou por um homem aos 19 anos. Isso veio logo depois da audição de seu novo álbum, Channel Orange que, segundo quem ouviu, tem várias faixas declarando amor para um homem.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

“Há quatro verões, conheci alguém. Eu tinha 19 anos, ele também. Passamos aquele verão e o verão seguinte juntos. Quase todos os dias. E nos dias que estávamos juntos, o tempo voava. Eu o via, e via o sorriso dele, a maior parte do dia. Ouvia as conversas e os silêncios dele. Até que chegava a hora de dormir, que eu compartilhava com ele com frequência. Quando fui perceber que estava apaixonado, foi maligno. Era incorrigível. Não tinha como escapar, negociar com o sentimento. Não havia escolha. Foi meu primeiro amor. Mudou minha vida."

Porém, infelizmente, a paixão de Ocean não foi correspondida. Quando ele contou o que sentia, o tal amigo “meu deu um tapinha nas costas, disse coisas amáveis. Fez o melhor dele, mas não admitiu a mesma coisa”.

A carta gera mais polêmica pelo fato de que o coletivo ao qual ele pertence foi acusado de homofobia algumas vezes. Ainda que o Odd Future tenha uma integrante assumidamente gay, a DJ Syd tha Kid, as letras polêmicas do grupo fizeram com que um show fosse cancelado recentemente.

Entrevista: "Sou motivado por negatividade", diz Tyler, the Creator, mais polêmico integrante do Odd Future.