Freddie Mercury "avisou" Rami Malek a não fazer Bohemian Rhapsody; entenda

Ator relembrou a primeira sessão de gravação das músicas do filme - e como Freddie Mercury lhe deu um frio na espinha

Redação Publicado em 05/07/2019, às 18h34

None
Rami Malek como Freddie Mercury (Foto: Divulgação/ Fox FIlmes)

Rami Malek, astro que viveu Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody, relembrou em uma entrevista com Stephen Colbert a primeira reunião que fez para o filme - e como acredita que recebeu um sinal de Freddie Mercury para que não levasse o projeto em frente - mesmo que o cantor tenha morrido em 1991. 

“Eu fui fazer algumas pré-gravações, e era no estúdio Abbey Road. Eu estava atrasado, o trânsito de Londres, sabe como é”, contou o ator. “Eu estava correndo para atravessar a rua e eu olhei para trás e ali estava aquela faixa de pedestre icônica da capa do disco dos Beatles, e na hora pensei ‘o que está acontecendo comigo?”

+++ LEIA MAIS: Abbey Road: Saiba quem é o homem que aparece ao fundo na icônica capa dos Beatles

Apesar do sentimento estranho, Malek foi em frente. “Comecei a correr escada acima, o encontro era no quarto andar. E lá pelo terceiro andar, comecei a passar por várias fotos dessas bandas que amamos, e de repente parei. Pensei ‘o que diabos você tá fazendo, você está atrasado, não deveria parar agora.’ Mas aí volto dois passos e vejo essa foto autografada com todos os integrantes do Queen nela.”

“Freddie estava nela”, relembrou seu intérprete. “Estava me encarando, como se dissesse ‘não faça isso!’ Foi um desafio! Olhei para trás, disse ‘não, não’, e me inspirei. Mas definitivamente era uma cara de ‘não f*** tudo!”, brincou. 

+++ LEIA MAIS: Venda de discos de vinil aumenta em 2019 graças a Queen e Billie Eilish

No final das contas, Rami Malek não f**** tudo, mesmo. O ator acabou ganhando um Oscar de Melhor Ator por Bohemian Rhapsody. A cinebiografia ainda levou outras três estatuetas em categorias técnicas, e o filme arrecadou quase US$ 1 bilhão em bilheteria mundial. Arrancou, também, elogios incontáveis deBrian May, que tocou no Queen ao lado de Freddie. 

+++ SESSION ROLLING STONE: Cynthia Luz acredita no amor puro com "Não Sou Sem Nós"