Freddie Mercury já sabia que iria morrer? Tudo sobre Made in Heaven, o último disco do Queen com o vocalista

O álbum foi lançado em 1995, mas inclui gravações do vocalista em 1991, ano de sua morte

Redação Publicado em 22/01/2020, às 18h31 - Atualizado às 19h03

None
Freddie Mercury (Foto: Legacy / Media Punch)

Discos póstumos são comuns, mas Made In Heaven, do Queen, é especial. O álbum começou a ser gravado em 1991, quando Freddie Mercury já havia sido avisado pelos médicos que não sobreviveria até o final do ano.

+++LEIA MAIS: Brian May admite tristeza por Freddie Mercury não estar vivo no redescobrimento do Queen

O disco começou a ser gravado após o lançamento de Innuendo, em fevereiro de 1991. A notícia dos médicos fez Mercury se esforçar para fazer o maior número possível de gravações enquanto a sua saúde permitia.

No documentário We Are the Champions, Brian May, guitarrista do Queen, relembrou a pressa que a banda - e o próprio Mercury - tinha: "No momento em que estávamos gravando essas outras faixas após o Innuendo, tínhamos discutido e sabíamos que estávamos com um tempo curto, porque Freddie já havia sido informado de que ele não chegaria a esse ponto". 

+++ LEIA MAIS: Brian May revela que depressão o “engoliu” durante o Natal: "Tem alguma coisa sobre esse período do ano que me paralisa"

O  músico continuou: "Acho que nosso plano era ir ao estúdio que Freddie se sentisse bem o suficiente, para ‘usá-lo’ o máximo possível. Basicamente moramos no estúdio por um tempo e quando ele ligava, dizia: ‘posso entrar por algumas horas’. Nosso plano era fazer o máximo uso possível dele, sabe, e ele nos disse: ‘Me faça cantar qualquer coisa, escreva qualquer coisa e eu cantarei e deixarei para vocês o máximo que eu puder."”

David Richards, produtor que trabalhou no disco, explicou que a pressa fez Mercury mudar a maneira de trabalhar no disco. Segundo Richards, normalmente o astro finalizava os vocais apenas depois de acabados os instrumentais. No entanto, a situação necessitou que o vocalista deixasse os vocais prontos primeiro.

+++ LEIA MAIS: Antes da fama: Como Freddie Mercury e David Bowie se conheceram?

A capa de Made In Heaven também é especial, e traz a foto da estátua de Freddie Mercury em Montreux, na Suíça. A cidade abriga o estúdio no qual o Queen finalizou o álbum - atualmente um ponto turístico. O local, conhecido como Mountain Studios, pertenceu ao Queen entre 1978 e 1995.

A última canção gravada por Freddie Mercury foi “Mother Love”, co-escrita com Brian May, em maio de 1991. Os vocais da música não foram finalizados pois o vocalista avisou que faria um descanso antes de continuar. No entanto, foi a última vez que o músico voltou ao estúdio antes de sua morte. 

+++ LEIA MAIS: Queen com Freddie Mercury será homenageado em moedas no Reino Unido: ‘Quem imaginaria?’

Os músicos do Queen só voltaram a trabalhar no disco em 1993, e dois anos depois, em 6 de novembro de 1995, Made In Heaven foi lançado.


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL