Freddie Mercury no Brasil

O cantor esteve em nosso país duas vezes com o grupo Queen

Paulo Cavalcanti Publicado em 24/11/2011, às 07h27 - Atualizado às 12h45

Antes do show do Queen, poucos astros do rock estiveram no Brasil em seu apogeu. Alice Cooper, Santana, Rick Wakeman e Genesis já tinham tocado em nossa terra nos anos 70, mas nem de perto tiveram a pompa e o aparato destinado ao Queen nos dias 27 e 28 de março de 1981 no Estádio do Morumbi.

Veja uma galeria de fotos de Freddie Mercury e do Queen

O show do quarteto inglês inaugurou a era dos megaespetáculos por aqui. O grupo veio com seu próprio equipamento – foram 140 mil watts de potência sonora. Antes dos shows no Brasil, a trupe de Freddie Mercury já tinha passado pela Argentina com enorme sucesso. A ideia seria tocar no Brasil em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Os shows no Rio e na capital gaúcha não puderam ser realizados e, assim, quem ficou no lucro foram os paulistas, que puderam ver a banda em duas apresentações.

Os últimos dias e a morte de Freddie Mercury

Era um excelente momento para o Queen, que estava nas paradas com o álbum The Game e o single “Another One Bites the Dust”. O primeiro show aconteceu em uma sexta-feira e foi transmitido pela TV Bandeirantes. A banda entrou no palco precisamente às 21h ao som da versão mais roqueira de “We Will Rock You”, e ao longo do show tocou hits como “Bohemian Rhapsody”, “We are the Champions”, “Somebody to Love”, “Crazy Little Thing Called Love” e outras. “Love of My Life” foi um ponto alto, com o Morumbi lotado cantando a canção palavra por palavra, para a surpresa e alegria do grupo.

Leia entrevista com o autor do recém-lançado livro Queen – História Ilustrada da Maior Banda de Rock de Todos os Tempos

O show de sábado teve pouca mudança em relação ao repertório, mas foi um pouco mais solto e espontâneo. Nessa primeira passagem pelo Brasil, o pessoal do Queen e Freddie em particular foram discretos. O grupo concedeu uma entrevista coletiva e ainda participou de um programa de rádio. Freddie Mercury , que sempre foi contrário a entrevistas, não falou muito.

Quando o Queen voltou ao país, em janeiro de 1985, a situação era outra. O Queen, naturalmente, foi uma das grandes atrações do Rock in Rio I. Se Freddie tinha sido discreto em São Paulo, no verão da paradisíaca cidade do Rio de Janeiro, a coisa foi bem diferente. Segundo a biógrafa Lesley-Ann Jones, Mercury foi o “astro” em uma grande orgia no Copacabana Palace, hotel onde ficou hospedado. Ele teria convidado uma verdadeira tropa de garotões para fazer sexo com ele em seu quarto no hotel.

Top 10: grandes momentos de Freddie Mercury em vídeo

Concorra ao livro Queen – História Ilustrada da Maior Banda de Rock de Todos os Tempos