Freddie Mercury tirou sarro do show de Elton John no Live Aid: ‘De onde você tirou aquele chapéu horroroso?’

Segundo o Ultimate Classic Rock, Elton conversou com Mercury para elogiá-lo, mas também questionou o uso do acessório na apresentação

Redação Publicado em 29/01/2020, às 17h02

None
Montagem com Elton John (Foto: Greg Allen / Invision / AP) e Freddie Mercury (AP)

Elton John e Freddie Mercury são os maiores ícones do rock britânico de todos os tempos. Com estilos musicais semelhantes ao espetáculo, não é uma grande surpresa que uma amizade entre os dois tenha surgido. 

"Ninguém deveria tocar depois de Freddie, pois ele era magnífico", lembra Elton do vocalista do Queen na apresentação do Live Aid

Segundo o Ultimate Classic Rock, Elton conversou com Mercury depois para elogiá-lo, mas também tirar sarro do chápeu que ele estava usando: "Você parecia um rei quando estava no palco. Mas onde você conseguiu esse chapéu absolutamente horrível?", relembra. 

+++ LEIA MAIS: Mary Austin detalha a conexão com Freddie Mercury: ‘A dor dele era a minha dor’

Em uma entrevista publicada pelo Daily Express, Elton relembra o quanto Mercury permaneceu jovial mesmo nos tempos mais sombrios.

"Mesmo quando ele estava morrendo, ele era exatamente o mesmo". Deitado na cama, por estar fraco demais para ficar de pé, dizia a Elton: "Você ouviu o novo álbum do Bowie, querido?". "Eu sempre me diverti muito com ele", acrescenta o músico. 

Ao falar sobre algumas curiosidades de Mercury,John apontou: "Freddie adorava colecionar arte japonesa em leilões. Quando ele estava morrendo, ele ainda comprava coisas em leilão. Havia remédios à sua volta na cama, mas também catálogos de leilão. Eu achava isso surpreendente. Muito incrível como esse homem tinha um amor pela vida". 

+++ LEIA MAIS: Freddie Mercury já sabia que iria morrer? Tudo sobre Made in Heaven, o último disco do Queen com o vocalista

Após a morte de Mercury, Elton encontrou um presente de Natal dele: uma pintura do artista favorito, Henry Scott Tuke. "[Mercury] estava morrendo, mas ainda pensava em nos amigos. Esse é o tipo de pessoa que ele era. Ele era tão cheio de amor e vida". 

+++ LEIA MAIS: Morto há 28 anos, Freddie Mercury ainda manda presentes de Natal para amigos e parentes; entenda


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL