Funcionário roubou mais de R$192 mil em produtos de Harry Potter para vender online

Adam Hill trabalhava na Warner Brothers Studio Tour

Redação Publicado em 06/01/2020, às 17h18

None
Harry Potter e a Pedra Filosofal (Foto: reprodução)

Um funcionário dos estúdios Harry Potter na Warner Brothers Studio Tour roubou mais de R$192 mil (£36,935) em mercadorias “mágicas”. Adam Hill foi descoberto pelos colegas de trabalho que notaram os itens acumulados sob a mesa dele.

Dentre os produtos de merchandising do Harry Potter roubados, entre dezembro de 2017 e março de 2018, estavam varinhas, gravatas, distintivos e chaveiros do depósito da Warner Brothers Studio.

+++ LEIA MAIS: Elenco de Harry Potter comenta possibilidades de reviver personagens da saga

O funcionário colocou todos os produtos a venda na conta dele do eBay, segundo informado pelo Serviço de Promotoria da Coroa (CPS), em um comunicado na sexta, 3 de janeiro.

Adam Hill, de 35 anos, postou os itens nos correios. Inclusive, mais tarde, usou a própria agência de correios da empresa para distribuir os itens roubados, de acordo com a CPS.

Os roubos foram descobertos após os colegas de trabalho de Hill notarem que os produtos de Harry Potter apareciam e desapareciam debaixo da mesa dele e logo, denunciaram o funcionário aos chefes.

+++ LEIA MAIS: Qual é o grau de parentesco de Harry Potter e Voldemort? J.K. Rowling explica

Uma investigação interna descobriu que Hill havia vendido 1.040 itens de Harry Potter na conta do eBay e uma busca no carro dele revelou 12 pacotes de mercadorias prontos para serem postados.

A polícia de Hertfordshire revistou a casa do funcionário em St. Neots, Cambridgeshire, Inglaterra, e apreendeu mais mercadorias temáticas, além de envelopes e embalagens.

"Em uma quebra significativa de confiança, Adam Hill teve a audácia de roubar milhares de libras em mercadorias da Warner Bros à vista dos colegas de trabalho; mas eles o denunciaram depois de suspeitar dos itens que constantemente se acumulavam sob sua mesa", Jan Muller, promotor da Coroa, disse no comunicado à imprensa.

+++ LEIA MAIS: Ator de Harry Potter anuncia novo filme da saga - mas era uma mentira por uma boa causa

"O exame subsequente das contas eBay e PayPal de Hill revelou pedidos e pagamentos recebidos por mercadorias que foram acondicionadas prontas para serem enviadas aos compradores, não dando a ele outra opção a não ser admitir seus crimes", acrescentou Muller.

Um representante da Warner Brothers Studio Tour se recusou a comentar a investigação. Adam Hill foi condenado a 14 meses de prisão suspensa e por 18 meses de 250 horas de trabalho não remunerado na sexta, 3 de janeiro.


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'