Fundação Amy Winehouse prepara seu primeiro evento de gala

A noite beneficente vai homenagear Tony Bennett e terá shows do crooner, Wyclef Jean e Jennifer Hudson

Patrick Flanary Publicado em 06/02/2013, às 11h08 - Atualizado às 13h23

Amy Winehouse
AP

Na noite da última segunda, 4, em Nova York, minutos antes de um DJ tocar algumas músicas que Amy Winehouse gravou quando era adolescente, o pai dela agradeceu Tony Bennett pelo apoio que ele deu ao segmento norte-americano da fundação que os pais dela lançaram no ano passado. Bennett doou US$ 220 mil de capital inicial para a Fundação Amy Winehouse, que beneficia iniciativas de terapia musical e programas educacionais. O baile de gala inaugural, marcada para 21 de março, terá performances de Bennett, Wyclef Jean e Jennifer Hudson.

Amy Winehouse: como o vício em álcool tirou a vida da cantora – e as grandes músicas inéditas que ela deixou para trás.

"Precisamos de toda a ajuda que conseguirmos obter”, disse Mitch Winehouse aos convidados que estavam no Electric Room do Dream Downtown, incluindo Zosia Mamet, da série Girls, e a neta de Charlie Chaplin Kiera Chaplin, que é a embaixadora mundial da fundação. A noite de gala foi adiada para março por causa de um problema de saúde de Mitch. “A gente ainda não começou de verdade, em termos de levantar fundos. Estamos em 200 escolas e demos 10 bolsas para o Conservatório Musical do Brooklyn", contou ele.

"Muito do que fazemos, pensamos que ela ia aprovar", Mitch Winehouse disse à Rolling Stone EUA. "Ela estava sempre ajudando jovens desprivilegiados. Ela levava para dentro da própria casa alguém que estivesse sem teto. Então é isso: precisamos ajudar jovens em situação de desvantagem – com música. Nos Estados Unidos, esse será nosso foco.”