Fundação criada por Rihanna doa R$ 25 milhões para combater coronavírus

O valor é destinado para a OMS e grupos de assistência

Redação Publicado em 23/03/2020, às 17h21

None
Rihanna (Foto: Evan Agostini/Invision/AP)

Para ajudar os países afetados pelo coronavírus, Rihannafez uma doação de US$ 5 milhões - em média R$ 25 milhões - através da Fundação dela, a Clara Lionel Foundation. O valor será dividido para Organização Mundial de Saúde (OMS) e para grupos de assistência. 

+++LEIA MAIS: O que os artistas têm feito durante a quarentena? 

Segundo publicado pelo TMZ, o dinheiro será destinado para abastecer o estoque de comidas de comunidades de risco, aumentar e acelerar os testes de coronavíruse o tratamento médico em países como Haiti e Malawi, levar mais equipamento de proteção para médicos e trabalhadores da área de saúde e incentivar os estudos e desenvolvimento de vacinas.

Do dinheiro total, US$ 700 mil são para a compra de ventiladores para o país natal da cantora, Barbados. "Nunca foi tão importante ou urgente proteger e preparar comunidades marginalizadas - aquelas que serão atingidas com mais força pela pandemia", segundo Justine Lucas, diretora da fundação, revelou ao TMZ.

+++ LEIA MAIS: Os Simpsons ‘previu’ coronavírus - e até que Tom Hanks ia ficar de quarentena

A fundação Clara Lionel foi criada por Rihanna em 2012 e tem como objetivo investir na educação e suporte em situações de emergências em vários países. Além disso, a cantora é Embaixadora Extraordinária e Penipotente de Barbados, desde 2018, no qual, ela também busca estimular a educação, turismo e economia do país.


+++ CORONAVÍRUS: DEVEMOS REALMENTE CANCELAR SHOWS E EVENTOS?