Fundador do Megaupload é solto após pagar fiança

Juiz da Nova Zelândia diz que é improvável que haja uma audiência de extradição de Kim Dotcom para os Estados Unidos antes do fim de maio

Redação Publicado em 22/02/2012, às 13h59 - Atualizado às 14h07

Kim Dotcom
AP

Kim Dotcom, fundador do Megaupload, foi libertado nesta quarta, 22, na Nova Zelândia, após pagar fiança. A informação é do Wall Street Journal.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Agora, ele aguarda uma decisão a respeito de sua extradição para os Estados Unidos, onde sofre acusações de violação da lei de direitos autorais. Um juiz neozelandês declarou que uma audiência de extradição não deverá acontecer antes do fim de maio, pelo menos.

A respeito da liberdade condicional dele, o juiz encarregado do caso argumentou que é improvável que Dotcom fuja, já que os bens dele estão bloqueados.

Um advogado norte-americano do Megaupload afirmou ao jornal que as condições para que ele fosse solto provavelmente incluem a proibição de acesso à internet na casa dele e a proibição de uso do helicóptero pessoal de Dotcom.