Gail Zappa, viúva de Frank Zappa, morre aos 70 anos

A norte-americana foi responsável pelo lançamento de mais de 30 álbuns póstumos do músico

Redação Publicado em 08/10/2015, às 14h18 - Atualizado às 15h16

Gail Zappa.
AP

Morreu na última quarta-feira, 7, Gail Zappa, viúva do músico Frank Zappa. Aos 70 anos, ela estava em casa e fez "uma passagem tranquila", segundo comunicado divulgado pela família.

Nos 20 anos da morte de Frank Zappa, selecionamos dez álbuns que definem a genialidade do músico.

“Gail será eternamente identificada como uma figura chave no renascimento criativo que é Laurel Canyon”, escreveu a família dela. “As memórias que ela deixou são a forma da própria arte dela. Sua inteligência alucinante, inesquecível sorriso e selvagens cabelos deixa um rastro eterno”.

Gail foi responsável pelo lançamento de mais de 30 álbuns póstumos de Frank Zappa, que morreu em 1993. Como chefe da Zappa Family Trust, ela protegeu o legado do marido para garantir que todo o material fosse divulgado com autorização.

Em entrevista dada ao jornal The Guardian em 2010, Gail falou sobre o trabalho dela em relação à obra do marido. “Só estou defendendo o direito de que as pessoas escutem as músicas de Frank da maneira que ele gostaria. E não é apenas por ele que faço isso, mas pelo público que existe”.

Gail conheceu Frank em um bar, em Los Angeles, onde trabalhava como recepcionista. Eles se casaram quando ela tinha 22 anos e estava grávida do primogênito Dweezil. Além dele, o casal teve outros três filhos Ahmet, Moon Unit e Diva.