Galo da Madrugada leva 2 milhões para as ruas de Recife

Conhecido como um dos maiores blocos do mundo, evento reúne artistas como Elba Ramalho e Carlinhos Brown

Pedro Antunes, do Recife Publicado em 09/02/2013, às 18h35 - Atualizado às 20h24

Elba Ramalho e Silvério Pessoa
Fernando Silva / Divulgação

Eram 5h, o sol mal tinha nascido, e o Galo da Madrugada já começava a dar o ar da graça. Clarinadas a cada 15 minutos anunciavam o que estava por vir até o resto deste sábado, 9. Até às 21h, mais de 2 milhões perambulam pelas ruas do Recife atrás do trios elétricos.

Sol e chuva acompanharam o percurso. São mais de 30 trios que cruzam a cidade em clima amistoso. Os foliões se concentram nas calçadas, evitando a dispersão, mas sem causar tumulto. A reportagem da Rolling Stone Brasil viu apenas dois homens saindo algemados do Galo, ao longo de todo o dia. Um garoto também se perdeu da mãe. Mas, no geral, tudo corria muito alegre e tranquilo, ainda que o calor não tenha dado trégua.

Considerado um dos maiores blocos do mundo, o Galo da Madrugada trouxe frevos, axés, e até rock do Legião Urbana – rearranjado para que se tornasse mais dançante. Carlinhos Brown com o Maestro Spok, que havia comandado a homenagem ao frevo na noite de sexta, 8, deram o tom do momento mais animado do bloco. Depois vieram Elba Ramalho e Silvério Pessoa (foto), que também agitaram a multidão com boas interpretações de canções tradicionais do carnaval recifense.