Pulse

Game of Thrones: 5 vezes que choramos no penúltimo episódio [LISTA]

The Bells foi exibido no último domingo, 12, pela HBO e contou com cenas emocionantes

Redação Publicado em 13/05/2019, às 14h28

None
Kit Harington como Jon Snow em Game of Thrones (Foto: Divulgação / HBO)

ALERTA DE SPOILER: Não continue lendo se você não viu o penúltimo episódio da última temporada de Game of Thrones 

Como era de se esperar, o confronto entre Cersei Lannister e Daenerys Targaryen no Porto Real no penúltimo episódio da última temporada de Game of Thrones deixou muitos estragos e resultou em cinco mortes emblemáticas para os fãs. Além da quantidade de soldados e civis que não escaparam do fogo de Drogon. Mesmo diante a toda tensão, não deixamos de nos emocionar com alguns personagens completando suas narrativas dentro da história e por isso, separamos os cinco momentos em que foi díficil conter as lágrimas: 

1. Os irmãos Lannister

Na véspera da batalha, Tyrion tentou convencer Daenerys a evitar uma carnificina no Porto Real, já que Cersei havia dito para os moradores ficarem na Fortaleza Vermelha, usando-os como escudo contra a Mãe dos Dragões. Ela se manteve irredutível até Tyrion sugerir que convenceria sua irmã a se render, tocando assim, os sinos do Porto Real para que o ataque chegasse ao fim.

Sabendo que ele teria muito mais chances de convencer Cersei a se render, Tyrion resolveu arriscar a própria vida e libertar Jaime, para que ele e Cersei pudessem escapar juntos e começar uma vida em outro lugar. Jaime relutou ao dizer que Daenerys o mataria se descobrisse que foi solto. "Dezenas de vidas inocentes e um anão não tão inocente me parece uma troca justa", respondeu Tyrion ao se despedir do irmão. "Se não fosse por você, eu não teria sobrevivido à minha infância. Você foi o único que nunca me tratou como um monstro", acrescentou. Os irmãos se abraçaram e se emocionaram como em um ato de despedida.

2. Cão e Montanha

Consumido pela sede de vingança para matar o seu irmão, Montanha (Gregor Clegane), o Cão de Caça (Sandor Clegane) adentrou na Fortaleza Vermelha ao lado de Arya Stark para nos dar o tão esperado embate entre os Clegane. O cão o encontrou nas escadas da Fortaleza ao lado de Cersei Lannister e o desafiou. A rainha e Qyburn pediram para Montanha não se confrontar com o irmão, mas ele ignorou Cersei e em um golpe rápido quebrou o pescoço de Qyburn, responsável por transformá-lo em um zumbi por meio de magia negra e experimentos bizarros.

Cersei consegue fugir e os dois irmãos começam a se enfrentar. Por ter sido ressuscitado por Qyburn, Montanha não sentia dor mesmo que Sandor o atingisse com golpes de espada. Ao perceber que nada seria o suficiente para derrotar o irmão, Sandor o agarra para que eles caiam juntos do alto da Fortaleza Vermelha que está coberta de chamas.

3. Despedida da Cersei

Cersei teve a sua narrativa muito bem costurada durante todas as temporada de Game of Thrones, a personagem mostrou evolução e conquistou o amor e ódio de muitos fãs. No penúltimo episódio, ela fecha o ciclo da profecia da bruxa Maggy ao se casar com um rei, ter os três filhos mortos e ser morta com um de seus dois irmãos. No meio do Porto Real em chamas, o reencontro de Jaime e Cersei acontece. Os dois se abraçam e caminham juntos para a parte inferior da Fortaleza Vermelha, caminho indicado por Tyrion para que eles possam fugir e começar uma nova vida juntos.

Ao se depararem com a saída bloqueada pelos escombros causados pela destruição do castelo, Cersei chora por não querer morrer e implora para que o seu quarto filho (que está em sua barriga) sobreviva. Jaime a consola e diz que "só os dois importam". Na sequência, eles são soterrados. A atriz Lena Headey comenta sobre o fim da personagem: "Ela [Cersei] começa a última temporada presa em uma teia que ela mesma criou e fica desesperadamente infeliz e tudo o que aconteceu vai ficando cada vez mais real para ela. Ela perdeu o controle da situação e destruiu todas as boas alianças, conexões, amor em sua vida e até no último minuto esteve em negação a respeito do que estava acontecendo."

4. Sofrimento dos civis

Um dos grandes destaques do penúltimo episódio foi retratar o sofrimento dos civis no meio do ataque de Daenerys ao Porto Real. Todo o público, durante as oito temporadas, estava acostumado a ver as batalhas e mortes de soldados e exércitos. Mas, desta vez, o episódio foi além e mostrou a perspectiva de mulheres e crianças sofrendo com as chamas e destruição da cidade. Quem acompanhou a narrativa de perto foi Arya Stark depois de desistir do plano de matar Cersei. A personagem foi um dos pontos altos do episódio ao lutar pela sua sobrevivência. Uma cena que chamou a atenção foi quando Arya tentou salvar um grupo de sobreviventes, incluindo uma mãe e uma criança, e de repente, elas foram pegas pelo fogo de Drogon. A filmagem deu destaque para as duas personagens ao mostrar um quadro das duas queimadas e abraçadas no chão. Ao fim da batalha e sozinha, Arya conseguiu encontrar um cavalo para deixar a cidade.

5. Jon Snow desapontado

Ao perceberem que o Porto Real seria tomado pelo fogo, os soldados de Cersei se renderem e clamaram pelo toque do sino para que assim a batalha chegasse ao fim. No entanto, Daenerys, em cima de Drogon, decide continuar colocando fogo na cidade e a luta recomeça. Jon, ao lado dos guerreiros, tenta impedir a batalha mas falha. Jon Snow fica desacreditado ao perceber que Daenerys não ia cessar o conflito.

No próximo domingo, 19, o último episódio de Game of Thrones vai ao ar na plataforma de streaming da HBO Go simultaneamente à exibição nos Estados Unidos. Confira aqui as três previsões para o final da série.

Para quem já está sofrendo com o fim da narrativa, George R. R. Martin revelou que um spin-off será gravado em 2019 e outros dois estão a caminho

+++ De Everest a Frank Sinatra: 16 histórias que todos os fãs de Beatles deveriam saber