Pulse

Game of Thrones: Emilia Clarke revela que foi pressionada a fazer cenas de nudez para não "decepcionar" fãs

A intérprete de Daenerys Targaryen ainda explicou que Jason Momoa, o Khal Drogo, fez com que ela se sentisse mais confortável durante as filmagens

Redação Publicado em 19/11/2019, às 09h33

None
Emilia Clarke em Game of Thrones (Foto: Reprodução)

Durante uma conversa com Dax Shepard para o podcast Armchair ExpertEmilia Clarke, intérprete de Daenerys Targaryen em Game of Thrones, revelou que foi pressionada diversas vezes a realizar cenas de nudez para não "decepcionar" os fãs da série.

"Já briguei nos bastidores por dizer 'não, o lençol permanece', enquanto eles me instruíam: 'Você não quer decepcionar seus fãs de Game of Thrones, quer?' E eu só pensava: 'Foda-se'."

+++LEIA MAIS: 6 motivos para acreditar que série sobre a Casa Targaryen será melhor do que Game of Thrones [LISTA]

Além disso, a atriz contou que se sentia muito desconfortável com o tanto de cenas explícitas na primeira temporada do programa. "Agora sou muito mais experiente e sei quando me sinto confortável ou não", disse.

E continuou: "A nudez fazia parte do acordo, e eu sabia disso. Mas quando eu realmente tive que enfrentá-la… Eu não fazia ideia do que estava fazendo."

+++Leia mais: Netflix ou HBO: quem ganhou mais Emmys em 2019?

"Agora eu estou num set de filmagem completamente nua com todas essas pessoas e não sei o que eu preciso fazer, não sei o que é esperado de mim, não sei o que você quer e não sei o que quero", relatou.

"Independentemente de haver nudez ou não, eu teria passado a primeira temporada pensando que não sou digna de exigir nada, não sou digna de precisar de nada... O que quer que eu estivesse sentindo estava errado. Era meio que 'Eu vou chorar no banheiro, depois eu volto para fazermos a cena e tudo ficará bem'."

+++LEIA MAIS: Emilia Clarke ainda se diz chateada e não entende as reações ao final de Game of Thrones

Clarke ainda explicou que Jason Momoa, que interpretou seu amante Khal Drogo no programa, a fez se sentir mais confortável com a situação.

"Foi realmente difícil", refletiu. "É por isso que as cenas, quando eu as fiz com Jason, foram maravilhosas, porque ele me defendia: 'Não, querida, isso não está certo.' E eu ficava tipo 'Ohhhh'."