Game of Thrones: Jon Snow teria um romance controverso nos livros e foi cortado da série de TV

George R.R. Martin revelou qual era o polêmico enredo original planejado para o bastardo de Winterfell

Redação Publicado em 20/09/2019, às 11h40

None
Game of Thrones (Foto: Reprodução)

[ATENÇÃO: A notícia a seguir contém spoilers sobre a última temporada de Game of Thrones]

O enredo de As Crônica de Gelo e Fogo enviado por George R.R. Martin para as editoras em 1993, revela que Jon Snow e Arya Stark estavam destinados a viver uma história bem diferente da que foi publicada nos livros. Os dois personagens, que acreditavam ser irmãos, e mais tarde descobrem que eram primos, viveriam um romance proibido.

O esboço original da narrativa mantém a trajetória bem-sucedida de Jon Snow para se tornar um membro da Patrulha da Noite, mas descreve um rumo diferente para a vida amorosa do personagem quando ele vai para a Muralha com a família.

"Quando Winterfell queimar, Catelyn Stark será forçada a abandonar o norte com o filho Bran e a filha Arya [...] Feridos por cavaleiros Lannister, eles procurarão refúgio na Muralha, mas os homens da Patrulha da Noite abandonaram as famílias deles quando vestirem preto. Jon e Benjen não poderão ajudar, para a angústia de Jon. Isso resultará em um estranhamento entre Jon e Bran", escreve Martin.

+++Leia Mais: 7 séries para superar o fim de Game of Thrones [LISTA]

Porém, Arya demonstraria empatia ao irmão e, posteriormente, se apaixonaria por ele. O autor escreve: "Arya será mais piedosa… Até ela perceber, com terror, que se apaixonou por Jon, que não é apenas meio irmão dela, mas um homem da Patrulha da Noite, comprometido ao celibato".

Além do romance entre os dois irmão de criação, o autor tinha planos de criar um conflito amoroso entre Jon e Tyrion, que também se apaixonaria pela princesa Stark. Segundo o escritor, os dois seriam protagonistas de uma 'rivalidade fatal'.

"Exilado, Tyrion mudará de lado [se referindo a Joffrey] e se juntará a causa dos Starks sobreviventes para derrubar o irmão e enquanto faz isso ele se apaixonar perdidamente por Arya Stark."

Porém, o sentimento do Lannister não é correspondido pela princesa, que escolhe viver um romance com Jon. A relação dos dois se estenderia até o final da história, que ainda era planejada para ser uma trilogia. No último livro, seria revelado que Jon é filho de Lyanna Stark e do Príncipe Rhaegar Targaryen, e que, na verdade, ele e Arya são primos - o que não deixa a história menos bizarra.

+++Leia Mais: Game of Thrones: 5 vezes que choramos no penúltimo episódio [LISTA]

Apesar da trajetória inusitada dos dois personagens, o autor manteve alguns elementos do primeira sinopse nas obras publicadas, como o segredo da linhagem de Jon Snow e a revelação dele no final da trama.

Nas série Game of Thrones, o patrulheiro viveu uma situação parecida com a ideia original de Martin. Sem saber que era um Targaryen, Jon Snow se envolveu com Daenerys Targaryen, irmã de Rhaegar e tia do personagem. Já a relação com Arya cursou um caminho diferente e resultou em laço de confiança e irmandade entre os dois.