Ganhar um Grammy não foi nada demais para o Greta Van Fleet, segundo baixista

Sam Kiszka falou a sua opinião sobre a importância de premiações para a banda

Redação Publicado em 23/07/2019, às 16h36

None
Sam Kiszka (Foto: Robb Cohen)

Em uma entrevista para o Heavy Magazine, o baixista do Greta Van Fleet, Sam Kiszka, falou sobre o Grammyde Melhor Álbum de Rock que a banda ganhou no ano de lançamento do segundo EP, "From the Fires" em 2017.

“Talvez eu não esteja sendo muito sensível, mas eu acredito que seja só mais um dia de trabalho”, conta o artista sobre o Grammy. 

+++ LEIA MAIS: [ANÁLISE] Discos de The Black Keys e The Raconteurs mostram que o rock está vivo - e tem futuro 

"Definitivamente é uma honra estar lá porque eu penso que um Grammy, em particular, é algo que te mostra que você fez algo substancial no mundo da música. Eu acho que é para isso que o Grammy serve", o baixista do Greta Van Fleet completa. 

"Acho que o que estou dizendo é que os prêmios não são tão prestigiados quanto muitas pessoas pensam que são. Mas eu acho que a música é realmente o que ten que fazer a diferença", Sam finaliza após ser questionado sobre a importância de ganhar prêmios.  

+++ LEIA MAIS: Reclamam da morte do rock, mas depois criticam a gente, diz Greta Van Fleet 

Recentemente, em uma entrevista para a Rolling Stone Eua, o cantor Jack White falou sobre o Greta Van Fleet estar salvando o rock. Ele disse que é maravilhoso jovens que tocam rock de uma maneira muito bem feita.

+++ SESSION ROLLING STONE: Francisco, El Hombre abre um diálogo sobre depressão com "Parafuso Solto :: Peso Morto"